A magia de Domaine des Huards está na vinha e no solo

O projecto das vinhas nesta zona terá começado por volta de 1846. Michel Gendrier produz vinhos biológicos e biodinâmicos há sensivelmente 20 anos.

Foto
Alexandre e o pai Michel Gendrier, as mais recentes gerações Ricardo Lopes

“A biodinâmica é um modo de cultura, uma visão do mundo, uma filosofia. É tudo isso e muitas outras coisas.” Mas melhor do que ler isso num livro pousado na quinta Domaine des Huards, Cour-Cheverny, é seguir através da adega e das filas de videiras com ervas “daninhas” – veremos entretanto que de nocivas nada têm – os passos de Michel Gendrier e do seu filho Alexandre, respectivamente sexta e sétima gerações de vinhas, que desde 1998 se transformaram em culturas biodinâmicas nesta propriedade, 40 hectares intimamente ligados à história da casta Romorantin.

Sugerir correcção
Comentar