No Algarve há uma festa para celebrarmos as comidas que já quase esquecemos

Piqueniques de charme, jantares que se propõem aproximar a floresta do prato, visitas a hortas para cozinhar com os ingredientes que nelas nascem – o Festival da Comida Esquecida, que começa este sábado no Algarve, quer contrariar o desaparecimento dos produtos e sabores tradicionais.

Foto
D. Cidália com um dos cabritos recém-nascidos Pedro Fazeres

É só uma bifurcação no meio de uma estrada perdida na serra algarvia, mas a quantidade de placas impressiona: Barrigões, Barranco da Cabaça, Fornalha e Vale Maria Dias ficam em frente; Califórnia e Sarnadinha para o lado esquerdo. “Muitas destas aldeias da serra estão já abandonadas ou só têm dois ou três habitantes”, comenta João Ministro, com desalento.