Cegos impossibilitados de realizar operações pela Internet em alguns bancos

O Banco de Portugal diz que há várias soluções de autenticação forte adaptáveis a invisuais. Caixa começou por dizer que a lei não prevê excepções, mas entretando já adoptou uma solução. Há outros bancos que já as praticavam.

Foto
Paulo Pimenta

As novas regras de autenticação forte adoptadas pelos bancos nacionais, criadas por exigência comunitária para reforçar a segurança de várias operações bancárias realizadas através do homebanking ou aplicações para telemóveis, estão a impedir muitos invisuais ou amblíopes de realizar operações de pagamento ou transferências através desses meios. O Banco de Portugal não vê razões para isso estar a acontecer, adiantando que há várias soluções que permitem garantir o acesso destes clientes a operações online, como acontecia antes da entrada em vigor das novas regras bancárias.