PSD diz que Governo não pagou honorários de Setembro aos bombeiros

Deputados sociais-democratas consideram “vergonhoso” o atraso nos pagamentos a bombeiros que participaram no combate a incêndios.

Bombeiro
Foto
Nelson Garrido

O PSD acusa o Governo de estar a dever aos bombeiros que participaram no dispositivo de combate a incêndios os honorários referentes ao mês de Setembro. De acordo com deputados sociais-democratas, os pagamentos ainda não foram feitos pela Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil às associações de bombeiros que, por sua vez, não pagaram aos voluntários.

“Mais uma vez, o Governo, e em particular o Ministério da Administração Interna, volta a demonstrar o maior desrespeito pelos Bombeiros Portugueses quando chegamos a 17 de Outubro e ainda não ter pago os honorários relativo a Setembro dos homens e mulheres que integram o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR)”, lê-se numa pergunta de três deputados do PSD, Duarte Marques, Fernando Negrão e Carlos Peixoto, enviada ao gabinete de Eduardo Cabrita, o ministro que será reconduzido no cargo.

Na pergunta, os deputados do PSD consideram que se trata de um “vergonhoso atraso”. “Se o atraso verificado já seria grave e pouco compreensível se se tratasse de um período de desempenho de funções que tivesse sido alargado ao período inicial, nesta caso trata-se do período previsto inicialmente para a duração do DECIR”, escrevem os parlamentares. “É por isso ainda menos compreensível que a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) não tenha ainda transferido para as associações e para os bombeiros as verbas relativas aos honorários de Setembro”, acrescentam.

No texto, o PSD pergunta “quando pretende o Governo e a ANEPC pagar os honorários em atraso”. Além disso questiona: “Como justifica o Governo que possa haver um vergonhoso atraso como este no pagamento dos honorários das pessoas que diariamente arriscam a vida para defender os outros e os seus bens?”