Torne-se perito

Matt Wallace traz valor ao Portugal Masters

Inglês será o jogador presente com melhor cotação no ranking mundial (28.º)

Matt Wallace teve uma ascensão extraordinária desde que venceu o Open de Portugal em 2017 © GETTY IMAGES
Foto
Matt Wallace teve uma ascensão extraordinária desde que venceu o Open de Portugal em 2017 © GETTY IMAGES

Portugal Masters deste ano estará recheado de estrelas e as últimas confirmações de relevo, no Dom Pedro Victoria Golf Course, em Vilamoura, de 24 a 27 de outubro, foram as do ex-n.º1 mundial Martin Kaymer, do selecionador da Europa na Ryder Cup de 2020 Padraig Harrington, do tetracampeão de torneios do European Tour Matt Wallace e do campeão de 2017 do mais importante torneio de golfe português Lucas Bjerregaard.

Este quarteto junta-se a uma lista de inscritos que inclui uma horda de campeões de torneios do European Tour e de internacionais da Ryder Cup, numa altura em que a temporada de 2019 está prestes a chegar ao fim e atinge um autêntico clímax, com apenas quatro torneios agendados para depois do Portual Masters.

Kaymer, o campeão do PGA Championship (Major) em Whistling Straits em 2010 e do US Open (Major) em Pinehurst em 2014, irá regressar ao Portugal Masters pela primeira vez desde 2015. O alemão, que jogou em quatro edições da Ryder Cup (vencendo três delas), já alcançou quatro top-20 este ano no European Tour e procura qualificar-se para os últimos três torneios a contarem para a Corrida para o Dubai de 2019.

"É um torneio que sempre gostei de jogar», disse Kaymer. A transferência para outubro deu-me a oportunidade de voltar a colocá-lo no meu calendário competitivo", acrescentou Kaymer, um de dois antigos n.º1 mundiais em Vilamoura, depois do previamente anunciado Lee Westwood, um inglês que venceu o Portugal Masters há exatamente dez anos (2009) e não mais voltou.

"Esta temporada tive alguns resultados encorajadores, mas o meu objetivo é qualificar-me para os três últimos torneios da Corrida para o Dubai e Portugal dá-me uma grande oportunidade de iniciar um crescendo em direção a esses eventos", concluiu Kaymer, de 34 anos, que, na sua estreia em Portugal em 2007 arrancou logo uma fabulosa volta de 61 pancadas em Vilamoura~, na altura recorde do campo desenhado pelo mítico Arnold Palmer.

Padraig Harrington será o capitão da Europa em Whistling Straits na Ryder Cup do próximo ano e quando venceu o Portugal Masters em 2016 colocou um ponto final num jejum de oito anos de títulos no European Tour.

"Estou desejoso de regressar ao Dom Pedro Victoria", declarou Harrington. "É um campo que se adequa ao meu jogo e é sempre agradável voltar a um local onde já vencemos", acrescentou o vencedor de três majors, quatro Ryder Cups e 31 títulos internacionais, 15 dos quais no European Tour.

«Estamos a caminhar para o final da época, mas há ainda muito por se jogar e julgo que será uma semana emocionante», concluiu o irlandês de 48 anos, que em setembro arrancou dois top-15 na Alemanha e na Holanda e está em subida de forma.

Matt Wallace, por seu lado, tem memórias gratas de Portugal, dado que a sua primeira vitória, dos quatro títulos que tem no European Tour, foi alcançada exatamente no Open de Portugal @ Morgado Golf Resort em 2017, também no Algarve.

O inglês que este ano atingiu a sua melhor classificação de sempre no ranking mundial (23.º) é o atual 4.º classificado na Race to Dubai Rankings Presented by Rolex, a hierarquia do European Tour.

"Portugal é um lugar especial para mim", sublinhou Wallace. "Ter ganho pela primeira vez no European Tour há um par de anos foi enorme para mim e estou orgulhoso do que fiz desde então e de como progredi", acrescentou.

"Há ainda muito para jogar nos últimos eventos da época e estou desejoso do que vem aí", acrescentou o jogador de apenas 29 anos, com um enorme futuro.

Outras das grandes figuras que regressam a Vilamoura são o campeão em título, o inglês Tom Lewis, e o seu compatriota Oliver Fisher, que se tornou no primeiro jogador a completar uma volta no European Tour em 59 pancadas, no Portugal Masters do ano passado, fixando um novo recorde do campo. Lewis é ainda o único jogador a deter dois títulos do evento (2011 e 2018).

Ricardo Melo Gouveia e Pedro Figueiredo são os dois portugueses com entrada direta na lista de inscritos.

Outra presença forte é a do dinamarquês Thomas Bjorn, o capitão da seleção europeia que venceu a Ryder Cup em 2018 em França. Bjorn venceu o Open de Portugal em 2010 e é um veterano de 21 títulos internacionais.

Merecem igualmente destaque dois antigos campeões de majors, o escocês Paul Lawrie, vencedor do British Open de 1999, e o sul-africano Trevor Immelman, que ganhou o Masters em 2008.

Entre os antigos campeões do Portugal Masters, para além de Tom Lewis (2011 e 2018), Padraig Harrington (2016), Lucas Bjerregaard (2017) e Lee Westwood (2009), regressam a Vilamoura os ingleses Andy Sullivan (2015) e Steve Webster (2007), o francês Alexander Lévy (2014) e o espanhol Álvaro Quíros (2008),

Os ingressos para o Portugal Masters estão disponíveis desde os €8 para idades compreendidas entre os 12 e os 17 anos; €17 para bilhetes promocionais e €20 para adultos.

Veja mais em www.golftattoo.com

Sugerir correcção