Torne-se perito

Avioneta faz amaragem no rio Minho sem causar feridos

A avioneta foi obrigada a fazer uma amaragem no rio Minho, na zona do Cais da Rua dos Pescadores, em Caminha. Os dois tripulantes não precisaram de assistência.

Foto
FOTO DE ARQUIVO Renato Cruz Santos

Uma avioneta com matrícula espanhola fez esta terça-feira uma amaragem no rio Minho, na zona do Cais da Rua dos Pescadores, em Caminha, devido a problemas técnicos, disse à Lusa o capitão daquele Porto, referindo que a manobra não causou feridos.

De acordo com o capitão do Porto e comandante da Polícia Marítima (PM) de Caminha, Pedro Costa, “os dois tripulantes espanhóis não necessitaram de assistência médica”. “Foi uma manobra controlada. A avioneta realizou uma amaragem devido a problemas técnicos detectados durante o voo”, explicou.

Segundo Pedro Costa a “avioneta foi amarrada ao Cais da Rua, em Caminha, para tentar resolver os problemas técnicos”. Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo o alerta foi dado cerca das 15h53.

Ao local compareceram 21 operacionais e sete viaturas dos bombeiros, Polícia Marítima, e meios da Câmara de Municipal de Caminha.