O ano da literatura norueguesa em Frankfurt: “festa para poucos” ou uma aposta na Biblioteca do Futuro?

O comboio literário da Noruega chega esta terça-feira ao apeadeiro da Feira do Livro de Frankfurt, onde fica até 20 de Outubro para mostrar a cultura norueguesa de “um novo ângulo” — e não sem polémica.

,Edvard Munch
Foto
Noruega é o país convidado da Feira do Livro de Frankfurt: a princesa Mette-Marit, o príncipe Haakon e o escritor Karl Ove Knausgård na inauguração da exposição "Edvard Munch – visto por Karl Ove Knausgård" SASCHA STEINBACH/ EPA

É de comboio que chegam esta terça-feira a Frankfurt, vindos de Berlim e passando por Colónia, a princesa norueguesa Mette-Marit e alguns dos escritores e ilustradores noruegueses que participam na feira do livro desta cidade alemã, onde a Noruega é até 20 de Outubro o país convidado.