Fotogaleria
Sérgio Guerra
Fotogaleria
Sérgio Guerra
Fotogaleria
Sérgio Guerra
Reportagem

Desde aqui vê-se o Tchilambo, a seca paira sobre os hereros de Angola

Três anos sem chuva ameaçam a forma de vida dos hereros. Com os animais a morrer e a sobreviver da pouca ajuda alimentar que lhes vai chegando, sentem-se esquecidos pelas autoridades centrais. O PÚBLICO passou quase duas semanas nas terras áridas do Sul de Angola ouvindo os lamentos de muhimba, mucubal e muhakahona.

A nova menina do sambo do Tchimbari nasceu saudável no meio de uma seca de três anos que ameaça de morte as populações do Sul de Angola – Namibe, Cunene, Huíla, principalmente – e a existência de muhimba, muhakahona, mucubal, povos hereros que vivem da pastorícia em transumância há séculos no deserto e no semiárido da província do Namibe, modo de subsistência agora ameaçado pelas alterações climáticas.