Chamas voltam a ameaçar Los Angeles

Incêndio auxiliado pelo vento forte já obrigou à evacuação de 23 mil habitações na zona de Saddleridge, a norte da cidade californiana.

Chamas aproximam-se da estrada Gene Blevins / REUTERS
Fotogaleria
Chamas aproximam-se da estrada Gene Blevins / REUTERS

Com o Verão já terminado, a cidade norte-americana de Los Angeles continua a braços com incêndios de grande dimensão. Na região de Saddleridge, no Norte da cidade, 23 mil habitações foram evacuadas. No total, já arderam 4700 hectares de floresta e mato, num incêndio que começou na quinta-feira e tem dado muito trabalho aos bombeiros.

As chamas já destruíram 25 casas. O vento forte tem facilitado a propagação do incêndio, que atravessou duas auto-estradas e ameçou alguns bairros da cidade de Los Angeles. Na manhã desta sexta-feirra, o fogo avançava para Norte, em direcção à cidade de Santa Clarita. O chefe da polícia da cidade, Michel Moore, prestou algumas declarações na sexta-feira, pedindo às pessoas nas zonas afectadas para saírem do perigo. 

"Vi, pessoalmente, pessoas a tentarem apagar o fogo com uma mangueira de jardim. Esses indivíduos colocaram-se não só a eles em perigo, [mas também às equipas de socorro], devido à nossa necessidade e desejo de os colocar a salvo. Se ficarem nessas áreas, não conseguimos garantir que vos conseguiremos encontrar se ficarem cercados pelas chamas", afirmou, citado pela CNN

Residentes foram obrigadas a deixar habitações
Residentes foram obrigadas a deixar habitações Gene Blevins / REUTERS
Cartaz a arder
Cartaz a arder Gene Blevins / REUTERS
Forte vento tem espalhado faúlhas e dificultado trabalho aos bombeiros
Forte vento tem espalhado faúlhas e dificultado trabalho aos bombeiros Gene Blevins / REUTERS
Carro dos bombeiros passa ao lado das chamas
Carro dos bombeiros passa ao lado das chamas Gene Blevins / REUTERS
Bombeiros estão com dificuldades em travar ímpeto das chamas
Bombeiros estão com dificuldades em travar ímpeto das chamas Gene Blevins / REUTERS
Trânsito intenso nas zonas afectadas pelo incêndio
Trânsito intenso nas zonas afectadas pelo incêndio Gene Blevins / REUTERS
Bulldozer consumido pelas chamas
Bulldozer consumido pelas chamas Gene Blevins / REUTERS
Chamas assumiram grandes proporções
Chamas assumiram grandes proporções Gene Blevins / REUTERS
Sugerir correcção