Torne-se perito

Infarmed proíbe entrada no mercado de teste rápido do VIH

A autoridade nacional do medicamento recomenda que o produto do fabricante chinês Zhuhai Encode Medical Engeneering não seja usado.

Apesar de este dispositivo médico não estar à venda em Portugal, era vendido na internet
Foto
Apesar de este dispositivo médico não estar à venda em Portugal, era vendido na internet xx direitos reservados

O Infarmed revelou esta quarta-feira que proibiu a colocação no mercado do teste rápido de autodiagnóstico VIH do fabricante chinês Zhuhai Encode Medical Engeneering por falta de conformidade com a directiva europeia.

Apesar de este dispositivo médico não estar à venda em Portugal, o Infarmed frisa que existe livre circulação de produtos no Espaço Económico Europeu e que o produto, que não apresentava a marcação CE, era vendido na internet.

Além de recomendar que este produto não seja usado, o Infarmed solicita ainda que a existência deste teste rápido seja reportada à direcção de produtos de saúde do regulador.

A falha foi detectada no âmbito de uma fiscalização da autoridade sueca competente.