Um Parlamento com mais afrodescendentes, com mais mulheres e mais partidos

Uma representação mais diversificada da sociedade portuguesa está presente na nova Assembleia da República

,Ricardo Costa
Foto
Joacine Katar, deputada eleita pelo Livre LUSA/RODRIGO ANTUNES

O Parlamento que sai destas legislativas terá, pela primeira vez na história da democracia portuguesa, três deputadas afrodescendentes. A par de terem sido eleitas mais mulheres e estarem representados mais partidos, a eleição de três deputadas afrodescendentes é um dos traços que caracterizará o perfil da Assembleia da República.