Daniel rocha
Entrevista

“Trump não é neoliberal, é sobretudo oportunista”

O activista antiglobalização Walden Bello diz que as críticas à globalização feitas pelo presidente norte-americano são essencialmente uma forma de garantir a sua base de apoio nas próximas eleições.

Walden Bello é um sociólogo filipino que, a partir dos anos 1990 se começou a destacar como um dos mais conhecidos activistas e intelectuais do movimento antiglobalização que organizou protestos em larga escala em diversas reuniões do G20. Os seus livros e artigos são referências para quem critica o que diz ser uma globalização ao serviço das grandes empresas transnacionais. De visita a Lisboa para participar num seminário no ISEG, Walden Bello falou sobre a forma como os actuais líderes de extrema-direita “se apropriaram” de alguns temas que antes eram da esquerda e culpa a “complacência” dos partidos sociais-democratas pelo surgimento de fenómenos como Trump e Duterte.