Regresso das antigas casas da Fidelidade ao mercado alarma moradores

Fundo imobiliário Apollo está a organizar os 271 imóveis em lotes de forma a arranjar novos compradores para as casas que eram da Fidelidade. Nenhum morador conseguiu, ainda, exercer direito de preferência para a compra das suas casas.

Foto
daniel rocha

O portefólio imobiliário que o fundo Apollo comprou à Fidelidade em Agosto de 2018 vai voltar a ser colocado no mercado - agora não numa venda única, mas organizada em lotes compostos consoante as características dos imóveis. O PÚBLICO sabe que a intenção do fundo norte-americano é revender cada um dos 271 imóveis e que é por isso que se tem oposto à renovação de contratos com os arrendatários. E pediu mesmo a uma mediadora imobiliária para fazer o levantamento da ocupação de todas as fracções, de forma a agrupar os imóveis consoante as suas características com o objectivo de os revender em lotes. Os inquilinos que permanecem nas casas estão a ficar gradualmente alarmados dado que continuam sem garantias de que vão conseguir exercer o direito de preferência.