Juiz Rui Rangel tentou travar o processo disciplinar

Magistrado tentou impugnar a conversão do inquérito do Conselho Superior de Magistratura em processo disciplinar, mas Supremo Tribunal de Justiça indeferiu o pedido no final de Setembro. Juiz desembargador prestou declarações esta quinta-feira e alegou nulidade do processo.

,Operação Marquês
Foto
O juiz desembargador Rui Rangel foi ouvido na quinta-feira no Conselho Superior de Magistratura ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

O juiz desembargador Rui Rangel, que é suspeito de vários crimes no âmbito da Operação Lex, tentou travar, sem sucesso, o processo disciplinar aberto pelo Conselho Superior de Magistratura (CSM). O juiz deu entrada com uma acção judicial junto do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) tentando invalidar a conversão do inquérito em processo disciplinar, mas o pedido foi indeferido no final de Setembro, confirmou uma fonte do tribunal ao PÚBLICO.