A RTP Memória chega aos 15 anos, com MacGyver, os Sheiks e novos programas

O canal dedicado aos mais de 60 anos dos arquivos da RTP quer tornar mais vincada a sua vocação documental.

,Peter Thornton
Foto
MacGyver é um dos presentes de aniversário da RTP Memória DR

As aventuras de Richard Dean Anderson em MacGyver, a famosa série de acção e engenho dos anos 1980, e o restauro do programa de variedades Sheiks com Cobertura (1980), em que Artur Semedo e a banda de rock homónima juntavam música, sketches e convidados, são duas das novidades da RTP Memória, que comemora esta sexta-feira o seu 15.º aniversário. Zé Gato, que já estava nos arquivos online, também será retransmitida, no ano em que cumpre quatro décadas. A efeméride traz também ao canal uma nova identidade sonora, a cargo dos Cais Sodré Funk Connection, o regresso de Traz prá Frente e Inesquecível, dois programas de conversa, e novas rubricas.

Essas rubricas, a que o canal chama “micro-colecções”, são trechos de cerca de três minutos que compactam momentos assinaláveis das mais de seis décadas de arquivos da RTP. O foco em programas curtos com “uma atitude documental” é o “modelo de produção” mais indicado para a equipa do canal, comenta o director, Gonçalo Madail, com o PÚBLICO. Os novos blocos temáticos, coordenados por António Faria, serão dedicados ao cinema, ao teatro e à passagem por Portugal de grandes vedetas internacionais: Animatógrapho mostra os bastidores de rodagens de filmes portugueses, Boca de Cena remexe no arquivo de peças filmadas pela RTP, e Terminal ​documenta a chegada a Lisboa de figuras de todos os quadrantes, de Federico Fellinni e Giulietta Masina a Martin Luther King.

Retroscavadora, a rubrica de Fernando Alvim que se foca nas bizarrias do arquivo da RTP, será posta de molho para dar lugar a Retrocoisa, que compila bizarrias emitidas por televisões de outros pontos do mundo. Tributo, o magazine de homenagem a personalidades da vida pública nacional que era originalmente apresentado pela já desaparecida Helena Ramos e por Maria João Gama, será também expandido. Haverá ainda, adianta Madaíl, colaborações futuras com os arquivos da Cinemateca.

Duas micro-colecções da RTP Memória, Gramofone, de João Carlos Callixto, sobre música, e Replay, de Rui Alves, sobre desporto, deram edições limitadas em livro (a propósito, Rui Alves fará também 15 mini-documentários sobre grandes figuras do desporto português, Liga Extraordinária). Mas há mais edições especiais de aniversário. Em 2019 assinalaram-se os 50 anos de Zip-Zip, o pioneiro talk-show de Raul Solnado, Fialho Gouveia e Carlos Cruz. Como praticamente não sobreviveram episódios do programa, a história de cada emissão é contada em livro pelas críticas de Mário Castrim no Diário de Lisboa, a que se juntam fotografias de cena e um prefácio de Alice Vieira. Por agora, estes volumes serão apenas distribuídos internamente, mas poderão vir a ser lançados em edições para o grande público.