Sá Pinto à procura de um recorde, Ivo Vieira da primeira vitória

Na 2.ª jornada da Liga Europa, o Sp. Braga recebe o Slovan, enquanto o V. Guimarães joga em casa com o Eintracht Frankfurt

Foto
LUSA/HUGO DELGADO

Sp. Braga e V. Guimarães fazem hoje a estreia em casa na fase de grupos da Liga Europa moralizados pelas vitórias na I Liga no passado fim-de-semana, mas se Ricardo Sá Pinto pode somar o sexto triunfo europeu consecutivo e é favorito na recepção ao Slovan Bratislava, Ivo Vieira entrará pressionado pela derrota sofrida há duas semanas em Liège contra o Standard e terá pela frente um adversário com um grau de dificuldade mais elevado: o Eintracht Frankfurt de Gonçalo Paciência, André Silva e Bas Dost.

Quebrado no passado domingo o mau momento nas competições internas – o Sp. Braga não vencia desde a 1.ª jornada do campeonato e somou três pontos em Portimão -, Ricardo Sá Pinto terá hoje, a partir das 17h55, a oportunidade de estabelecer um recorde como técnico dos bracarenses. Com um registo 100% vitorioso esta época na Liga Europa (quatro jogos de qualificação e um da fase de grupos), o Sp. Braga igualou a melhor sequência de vitórias do clube em provas europeias, que tinha sido alcançada por Abel Ferreira em 2017-18. Assim, se os minhotos derrotarem o Slovan Bratislava, Sá Pinto estabelecerá um novo máximo para o Sp. Braga com seis vitórias consecutivas. Na antevisão do confronto com o campeão eslovaco, o técnico considerou que a possibilidade de alcançar o recorde será, “mais do que uma responsabilidade, um estímulo e uma motivação extra”.

Quanto ao adversário, Sá Pinto alertou para a qualidade da equipa de Bratislava que “não surpreendeu só na primeira jornada” ao derrotar o Besiktas (4-2), mas “também ao eliminar o PAOK [no “play-off” da Liga Europa]”, equipa treinada por Abel Ferreira. “Não estamos a falar de uma equipa qualquer, é o campeão da Eslováquia e actual primeiro classificado. Tem um estilo de jogo difícil de parar, dá iniciativa ao adversário para construir e joga no erro, são muito fortes no contra-ataque rápido, estamos à espera de uma equipa cínica”, analisou Sá Pinto, que não terá disponível Tiago Sá, Raul Silva, Tormena, Wallace e Wilson Eduardo, todos a recuperar de lesão.

Pouco depois de terminar a partida em Braga, a poucos quilómetros de distância o V. Guimarães terá uma missão difícil frente ao Eintracht Frankfurt, mas Ivo Vieira garante que os vitorianos têm as “suas armas, objectivos e pretensões” e vão encarar o duelo com os alemães com o “sentimento de o querer ganhar”.

Apesar de o Eintracht Frankfurt ter também zero pontos no Grupo F após ter perdido na Alemanha contra o Arsenal (0-3), Ivo Vieira avisou que a equipa da Bundesliga é “muito competitiva e atlética”, tem “laterais muito profundos” e uma frente de ataque que “segura muito” os defesas caso jogue com Bas Dost, ou mais “móvel” se tiver uma dupla portuguesa: André Silva e Gonçalo Paciência. O técnico vitoriano disse, porém, acreditar na “valia” da sua equipa para “estancar” a “intensidade defensiva e ofensiva” do rival e somar os primeiros três pontos.