Ornatos Violeta “devolvem” Super Bock Arena ao Porto com concerto de inauguração

A banda portuense actua no Porto a 31 de Outubro para inaugurar o novo Rosa Mota. Os Ornatos Violeta encerram, assim, uma série de concertos de comemoração dos 20 anos do álbum O Monstro Precisa de Amigos, em formato especial de 360º.

Pavilhão Rosa Mota
Foto
Inauguração do renovado Pavilhão está agendada para o dia 31 de Outubro Marco Duarte

O Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota reabre no próximo dia 31 de Outubro com um concerto dos Ornatos Violeta em formato especial 360º, anunciou esta terça-feira a promotora do espaço. O concerto de inauguração da mítica banda portuense encerra uma série de espectáculos comemorativos dos 20 anos do lançamento do álbum O Monstro Precisa de Amigos.

Ouvi dizer, Chaga ou Capitão Romance são alguns dos temas que se irão ouvir no palco do equipamento que esteve em obras “durante 18 meses” e que está “agora em condições de abrir”, disse ao PÚBLICO Jorge Lopes, administrador executivo do Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota.

PÚBLICO -
Foto
Ornatos Violeta encerram uma série de concertos de comemoração dos 20 anos do álbum "O Monstro Precisa de Amigos" DR

Segundo comunicado enviado à imprensa, “abrir o palco do espaço com um concerto de uma banda que tem as suas raízes no Porto foi o mote”. “Os Ornatos Violeta são uma referência musical nacional incontornável que tem vindo a atravessar diferentes gerações e tem motivado uma onda de entusiasmo enorme sempre que são anunciados novos concertos”, pode ler-se. Também Jorge Lopes crê que a banda portuense é a indicada “para representar quer a cidade do Porto, quer o país”.

De acordo com Jorge Lopes, “as expectativas são óptimas”. Para além de “um grande concerto, vamos devolver o Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota à cidade”, afirmou.

Os Ornatos Violeta formaram-se no Porto, em 1991, e mantiveram-se em actividade durante uma década, período no qual editaram dois álbuns: Cão e Monstro Precisa de Amigos. Tendo conquistado o estatuto de “banda de culto”, o grupo anunciou a separação em 2002. Manel Cruz (voz), Nuno Prata (baixo), Peixe (guitarra), Kinörm (bateria) e Elísio Donas (teclados) viriam a juntar-se novamente em 2012 para assinalar os 20 anos da formação da banda com oito concertos. Em 2019 repetem a façanha. Este concerto no Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota é o quinto concerto desta nova digressão da banda do Porto, depois dos espectáculos no Nos Alive, em Algés; no Marés Vivas, em Gaia; no Festival Maré de Agosto, nos Açores, e no Festival F, em Faro.

Os bilhetes para o evento ficam disponíveis a partir do dia 3 de Outubro, nos pontos de venda habituais, como Ticketline.pt ou FNAC.

Texto editado por Ana Fernandes