Champions regressa com duelos entre portugueses em Moscovo e Belgrado

Na 2.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, Real Madrid, Juventus e Manchester City jogam em casa e são amplamente favoritos

João Félix durante o treino de adaptação ao relvado do Lokomotiv
Foto
João Félix durante o treino de adaptação ao relvado do Lokomotiv LUSA/MAXIM SHIPENKOV

Duas semanas depois da jornada inaugural da fase de grupos, a Liga dos Campeões regressa hoje com um jogo entre candidatos (Tottenham-Bayern Munique) e dois duelos com portugueses em confronto (Estrela Vermelha-Olympiacos e Lokomotiv Moscovo-Atlético de Madrid). Real Madrid, Juventus e Manchester City jogam em casa e são favoritos contra o Club Brugge, Bayer Leverkusen e Dinamo Zagreb, respectivamente.

Com o jogo do Benfica agendado apenas para amanhã às 20h em São Petersburgo frente ao Zenit - André Almeida, Florentino, Conti e Chiquinho serão baixas por lesão; Samaris ficou de fora por opção -, a 2.ª jornada da Liga dos Campeões arranca hoje às 17h55 em Madrid e Bérgamo. Com zero pontos após sofrer uma pesada derrota em Paris contra o PSG (3-0), o Real Madrid tem Isco e Marcelo em dúvida para a recepção ao ainda invencível Club Brugge: a equipa belga soma esta época dez vitórias e quatro empates nos 14 jogos que realizou.

À mesma hora, haverá um duelo interessante em Itália. Após sofrer uma surpreendente goleada contra o Dínamo em Zagreb (4-0), a Atalanta terá pela frente o Shakhtar de Luís Castro. Os ucranianos perderam em Donetsk na 1.ª jornada contra o City, mas continuam intocáveis a nível interno: nove jogos, nove vitorias no campeonato da Ucrânia.

O outro técnico português que estará hoje em competição também jogará fora. Após um positivo empate com o Tottenham, o Olympiacos de Pedro Martins defronta em Belgrado o Estrela Vermelha, numa partida onde deverão estar quatro portugueses em campo: Tomané do lado sérvio; José Sá, Rúben Semedo e Podence no “onze” grego.

Em Moscovo também haverá um frente a frente entre portugueses. Num bom momento de forma – venceu há duas semanas em Leverkusen o Bayer e derrotou no sábado o Zenit -, o Lokomotiv terá na equipa titular João Mário (Éder será suplente) na recepção ao Atlético de João Félix.

No mesmo grupo, a Juventus defronta em Turim o Bayer e Maurizio Sarri deixou ontem uma certeza: ao lado de Cristiano Ronaldo no ataque estará Dybala ou Higuain. Para o técnico italiano, a sua equipa “ainda não está preparada” para colocar de início o trio em simultâneo.

O jogo de maior cartaz da noite está marcado para Londres, onde haverá um confronto entre candidatos. Finalista na época passada, o Tottenham não terá Lo Celso e Sessegnon contra um Bayern moralizado: cinco vitórias e dois empates nos últimos sete jogos. Também em Inglaterra, o City de Bernardo Silva é claramente favorito em Manchester contra o Dinamo Zabreg.