Tancos
Miguel Manso

O ladrão arrependido, o coronel zangado e um achamento de faz de conta

Depois do assalto, a entrega da investigação à Polícia Judiciária gerou a indignação do responsável máximo da Polícia Judiciária Militar. A história de como se desenrolou uma investigação paralela e se desenhou um encobrimento, segundo o despacho final de inquérito do Ministério Público, que conclui pela acusação de 23 arguidos, incluindo o antigo ministro da Defesa, Azeredo Lopes, está aqui. Todas as citações entre aspas são transcrições directas do despacho.

(Esta é a segunda parte do relato que consta da acusação do Ministério Público sobre o assalto, o encobrimento e o achamento do material roubado dos paióis de Tancos)