Jacek sonha em viajar pela Europa. O que a família pensa é outra história…

Conspiracy foi uma das curtas vencedoras do concurso lançado pela Comissão Europeia destinado a sensibilizar os jovens, com idades compreendidas entre os 17 e os 35 anos, para os contributos que a União Europeia (UE) pode ter na sua vida. Como refere a autora no site do projecto #EUandME, o vídeo pretende incentivar as pessoas a viajar, nomeadamente na Europa. Num tom cómico, a polaca Magdalena Załęcka, de 29 anos, tentou desconstruir os estereótipos do quotidiano relacionados com vários países europeus.

O vídeo conta a história de Jacek que, na celebração do seu 18.º aniversário, conta aos avós quer quer viajar pela Europa, algo que a família desaprova. De forma a desencorajá-lo, os avós fazem-se valer de estereótipos associados a cada país. Por exemplo, em França as pessoas comem queijo, o que poderá trazer problemas, tendo em conta que o neto é intolerante à lactose. Farto das desculpas sem nexo dos avós — que se prolongam por algum tempo —, Jacek descansa-os quando diz que sabe cuidar de si. Até que no aeroporto há uma reviravolta. 

Neste concurso da Comissão Europeia foram escolhidos cinco vencedores que receberam, cada um, um subsídio no valor de 7500 euros, bem como a orientação de cineastas profissionais. Os vários vídeos produzidos relacionam-se com os cinco temas da iniciativa — a mobilidade, categoria em que Conspiracy se distinguiu, o digital, as competências e o empreendedorismo, o ambiente e a sustentabilidade e os direitos de cidadania. Pretendem retratar situações do dia-a-dia que são comuns a todos os jovens europeus, como os direitos enquanto cidadãos, a música, o acesso à Internet, as viagens e as experiências interculturais.

The Dream Cut conta a história de um jovem que, ao visitar o pai, tenta realizar o seu sonho de abrir uma barbearia. Já Hidden Values tenta demonstrar que, tal como as relações, também os objectos e bens “aparentemente estragados” podem ser reparados. The Sound of Mine realça o facto de não existirem fronteiras para a realização dos sonhos, como é o caso do jovem autista que se torna mergulhador. Finalmente, New World Symphony, vencedor na categoria “Digital”, denota o facto de a conectividade digital permitir o acesso a tudo, em tempo real e sem obstáculos. No vídeo, músicos de toda a Europa preparam-se para uma actuação, enquanto um produtor os observa através de várias telas. Apesar de estarem em países diferentes, tocam como um só, sendo o evento transmitido para todo o mundo.

Sugerir correcção