Passear cães abandonados em Matosinhos é uma das novas experiências do Airbnb

No dia Mundial do Turismo, Câmara Municipal de Matosinhos apresentou os novos projectos para o turismo da cidade. Passear cães abandonados em Matosinhos é um deles. Um dos objectivos desta iniciativa é sensibilizar para a adopção de animais abandonados.

Foto
Maria Valente

“Cão e homem são amigos / desde os tempos das cavernas”, diz o poeta Luiz Roberto Guedes. Se é verdade ou não, o certo é que o cão é o companheiro mais fiel do homem e merece por isso reciprocidade humana. Com este foco, entre outros projectados apresentados nesta sexta-feira, Dia Mundial do Turismo, a Câmara Municipal de Matosinhos (CMM) incluiu um que põe turistas a passear cães abandonados.

Apoiada pela CMM, a Associação Animais de Rua, em parceria com o Centro de Recolha de Animais de Matosinhos (CROAM) e com o Airbnb – plataforma mundial de reserva de alojamentos locais – lançou esta iniciativa para tentar melhorar a vida dos cães que são abandonados.

Em Matosinhos são abandonados, em média, 200 animais por ano, disse ao PÚBLICO a médica veterinária do CROAM, que tem a seu cargo 140 cães. A responsável explicou que nem todos estão aptos a entrar nesta experiência, pois têm de reunir certas características, por isso foi criada uma “bolsa de animais passíveis de serem passeados”.

Tudo se alinhou e a plataforma digital vai proporcionar esta experiência turística que se revela diferente. A ideia é aproveitar as férias passeando cães na marginal de Matosinhos e assim contribuir “para uma maior socialização e bem-estar dos animais”, adiantou a CMM em comunicado.

Os passeios têm horário e local definido e pode-se usufruir da experiência estando hospedado em qualquer lugar do país. Comprando este passeio, o interessado apenas tem de se deslocar a Matosinhos.

PÚBLICO -
Foto
Membros da Associação Animais de Rua com alguns dos cães que estão para adopção Maria Valente

A iniciativa, que já faz sucesso nos Estados Unidos da América e que se insere na estratégia de responsabilidade social da empresa Airbnb, permite ao animais “não estarem sempre nas boxes enquanto estão à espera de uma família de acolhimento”, explicou Cláudia Neves, Coordenadora Norte da Associação Animais de Rua. “Estamos muito felizes com a nossa parceria com a CMM e espero que continuemos com ela por muito tempo”, continuou. A iniciativa vai também ser implementada em Lisboa, em parceria com a Câmara Municipal e a Casa de Animais de Lisboa.

Os projectos foram apresentados nesta sexta-feira pela Câmara Municipal de Matosinhos na loja de turismo da cidade, que tem visto o número de turistas aumentar. Este dinamismo crescente da cidade deve-se ao facto de “Matosinhos ter uma potencialidade enormíssima”, não tem dúvidas Pedro Gomes, da empresa turística Senp Blue, em conferência de imprensa.

António Correia Pinto, vereador do Ambiente, salientou também que “Matosinhos continua a afirmar-se como destino turístico, mantendo a sua personalidade e qualidade de vida”. Os números são claros: “Face ao período homólogo do ano anterior, verificou-se um crescimento de 16% no numero de turistas atendidos nos postos de turismo”, acrescentou o autarca. 

Além do passeio de cães, a câmara divulgou diversas iniciativas, como novos circuitos turísticos de tuk tuks e de trotinetes Circ na cidade. Foi também apresentada a 6ª edição do Rally Fish.

Texto editado por Ana Fernandes