Opinião

O sacrifício de Santa Greta no altar do Deus-Verde

Transformá-la na santinha planetária da causa ambientalista é um erro trágico. A vida de Greta Thunberg vai ser destruída bem mais depressa do que o planeta Terra.

Greta Thunberg tem toda a razão: está na hora de lhe devolver a infância. A sua intervenção na abertura da Cimeira da Acção Climática, onde acusou, de olhos marejados, os líderes políticos do planeta de lhe roubarem os “sonhos” e a “infância”, não fez aumentar a minha preocupação com as alterações climáticas. Mas fez aumentar – e muito – a minha preocupação com o equilíbrio emocional de uma miúda de 16 anos, empurrada por forças maiores do que ela para uma cruzada fisicamente violenta, psicologicamente tortuosa, e que não tem forma de dominar, por pura e simplesmente não possuir maturidade para isso.