Jerónimo Martins investigada na Polónia por suspeitas de práticas comerciais ilegais

Empresa arrisca multa equivalente a 3% do volume de negócios anual.

Foto
jfc joao cordeiro

A retalhista Jerónimo Martins está a ser investigada na Polónia pelo regulador da concorrência UOKiK por suspeitas de práticas comerciais ilegais na relação com os seus fornecedores de fruta e vegetais.

De acordo com um documento publicado esta quarta-feira pelo regulador, citado pela agência financeira Bloomberg, a empresa arrisca uma multa equivalente a 3% do volume de negócios anual.

Em causa, segundo o UOKiK, estão suspeitas de abuso de posição dominante da Biedronka na sua relação com os fornecedores relativamente a práticas de descontos pouco claras para o regulador.