Falta de pessoal da IP atrasa comboios na linha do Douro

Dificuldade em guarnecer as estações com funcionários para fazer cruzamentos obriga a que os comboios fiquem mais tempo à espera para poder prosseguir viagem.

Foto
Ines Fernandes

Numa linha de via única, como é a do Douro, os comboios só podem cruzar nas estações, devendo estas estar guarnecidas com pessoal afecto à circulação ferroviária – operadores de circulação e manobradores. Mas quando há falta de pessoal, as estações ficam desguarnecidas, funcionando como simples apeadeiros e sem que nelas se possam efectuar cruzamentos porque não há ninguém para fazer as agulhas, nem para assegurar a expedição dos comboios para as estações colaterais.