UE criou programa de ajuda por causa de Portugal, o Governo decidiu ficar de fora

Programa de Protecção Civil tem 15 aviões e helicópteros prontos a intervir em qualquer país. Ideia nasceu por causa dos incêndios de 2017, mas o Governo não quis participar no mecanismo nesta fase.

Helicóptero
Foto
Apresentação dos meios aéreos disponibilizados pela Grécia, a 12 de Setembro, com o comissário europeu Christos Stylianides DR

“Os incêndios em Portugal foram chocantes para todos nós. Falhámos. Sentimos uma necessidade de melhorar o mecanismo” europeu de protecção civil. As palavras são do comissário Europeu para a Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, Christos Stylianides, agora em fim de mandato, mas são iguais a outras de responsáveis europeus, sempre que em causa está explicar o novo mecanismo europeu de protecção civil, o rescEU. Os fogos de 2017 foram o gatilho para uma mudança europeia. Agora, o programa já está em andamento, mas Portugal decidiu ficar de fora, para já.