Concelhia do CDS decide hoje refiliação de Manuel Monteiro

Líder da estrutura local mostra-se satisfeito com o regresso do ex-líder

Manuel Monteiro
Foto
Eventual regresso de Manuel Monteiro é notícia há vários meses Adriano Miranda

A concelhia do CDS da Póvoa de Varzim vai apreciar, esta segunda-feira à noite, a refiliação do ex-líder Manuel Monteiro no partido, mas o presidente da estrutura, Salazar Castelo Branco, diz esperar que seja aceite.

Manuel Monteiro entregou na quinta-feira à noite a sua ficha de inscrição de militante a Salazar Castelo Branco, 16 anos depois de ter saído do partido para formar uma nova força política. 

O líder da concelhia mostra-se satisfeito pela escolha da estrutura da Póvoa de Varzim – terra à qual Manuel Monteiro tem ligações familiares – para a entrega da ficha de militante. “Fico contente por ser na Póvoa e que [Manuel Monteiro] regresse ao partido”, afirmou ao PÚBLICO Salazar Castelo Branco, considerando que “é bom haver pessoas que regressem ao CDS quando vemos saídas noutros partidos”.

O líder da concelhia disse que tem recebido felicitações por parte de militantes quando se soube qual a estrutura escolhida pelo ex-líder do CDS para entregar o pedido de inscrição

À luz dos estatutos, só as concelhias têm obrigação de se pronunciar sobre a entrada de militantes. Depois a inscrição segue para a secretaria-geral. A direcção do CDS não deverá, no entanto, colocar obstáculos à refiliação. Assunção Cristas, sem se referir ao nome do ex-líder, já disse este fim-de-semana que todos os apoios são bem-vindos. 

O porta-voz da corrente interna Tendência Esperança em Movimento, Abel Matos Santos, saudou o regresso do ex-líder. “Todos somos poucos para resgatar o país do socialismo e das esquerdas radicais”, afirmou.

Sugerir correcção