Multimédia

Aquele dia em que os entusiastas da vida extraterrestre "invadiram" a Área 51

Os cartazes foram uma das formas dos curiosos passarem as suas mensagens REUTERS
Fotogaleria
Os cartazes foram uma das formas dos curiosos passarem as suas mensagens REUTERS

Começou com uma piada num evento do Facebook. "Vamos invadir a Área 51", uma base militar secreta do governo dos EUA, que fica no deserto do Estado do Nevada, próxima de Las Vegas, e que há muito é conhecida por ser alvo de teorias da conspiração sobre a presença de extraterrestres. São muitos os que acreditam que uma nave espacial teria ali aterrado e que os seus "passageiros" tinham sido alvos de testes, ou que ali se desenvolvem programas de espionagem e outros serviços secretos.

Quando o primeiro (e outros) eventos do Facebook começaram a ganhar seguidores (mais de um milhão e meio de pessoas de todo o mundo prometeu, através do Facebook, "invadir" a base militar) Laura McAndrews, porta-voz da Força Aérea, emitiu um comunicado a avisar a população que era prudente manter-se longe daquela base norte-americana: “É um campo de treino aberto para a Força Aérea dos EUA e desencorajamos qualquer um a tentar entrar na área onde treinamos as forças armadas americanas. A Força Aérea dos EUA está sempre pronta para proteger a América e os seus activos”, alertou.

Entre quinta e sexta-feira, mais de três mil pessoas deslocaram-se para a zona à volta da Área 51. Vários festivais de boas-vindas (com a temática aliens, claro está) foram organizados para receber os visitantes. Segundo a Reuters, pelo menos cinco pessoas foram detidas na sequência de desacatos junto às entradas da base — três destas por suspeita de invasão, uma por urinar junto a um portão e outra por um incidente relacionado com o consumo de álcool excessivo. 

As detenções tiveram lugar numa altura em que cerca de 150 fãs de OVNIs e curiosos se reuniram do lado de fora da entrada fortemente vigiada da Área 51 por volta das três horas da manhã de sexta-feira, data e hora definidas pelo convite difundido nas redes sociais. Para este fim-de-semana, há mais eventos a acontecer.

A agência de espionagem norte-americana CIA só confirmou a existência da Área 51, no deserto do Nevada, em 2013. Segundo esta, nesse local eram testados aviões espiões, mas de acordo com vários teoristas da conspiração, foram feitos testes em OVNI e autópsias em extraterrestres. Mas os que acreditam nestes teoristas ficarão desapontados – nos registos não há qualquer menção a veículos ou seres vindos do espaço.

A informação foi dada pela CIA na sequência de um pedido de consulta a registos públicos feito por académicos da Universidade George Washington e foi a primeira vez que a agência reconheceu a existência do local, a cerca de 130 quilómetros a noroeste de Las Vegas. A base foi desenvolvida nos anos 1950 para testar os aviões espiões U-2. Outras aeronaves supersecretas foram depois ali testadas, como o avião de reconhecimento supersónico A-12  e o avião furtivo F-117.

Para esta invasão, os fãs de ficção científica e aficionados da vida extraterrestre foram vestidos a rigor. Veja as imagens.

Jovens fazem a "corrida do Naruto" (Naruto Run) junto aos portões da Área 51
Jovens fazem a "corrida do Naruto" (Naruto Run) junto aos portões da Área 51 Reuters/JIM URQUHART
Os cartazes foram uma das formas dos curiosos passarem as suas mensagens
Os cartazes foram uma das formas dos curiosos passarem as suas mensagens REUTERS
Reunião de curiosos na parte de fora dos portões da Área 51
Reunião de curiosos na parte de fora dos portões da Área 51 Reuters/JIM URQUHART
"Jesus era um extraterrestre"
"Jesus era um extraterrestre" Reuters/JIM URQUHART
Os cartazes foram uma das formas dos curiosos passarem as suas mensagens
Os cartazes foram uma das formas dos curiosos passarem as suas mensagens Reuters/JIM URQUHART
Acessório de um dos participantes da "invasão"
Acessório de um dos participantes da "invasão" Reuters/JIM URQUHART
Um guarda de patrulha, dentro dos portões da base, acompanhado por um cão de guarda
Um guarda de patrulha, dentro dos portões da base, acompanhado por um cão de guarda Reuters/JIM URQUHART
Os cartazes foram uma das formas dos curiosos passarem as suas mensagens
Os cartazes foram uma das formas dos curiosos passarem as suas mensagens Reuters/JIM URQUHART
Máscara de extraterrestre
Máscara de extraterrestre Reuters/Jim Urquhart
Jovem mascarado de extraterrestre
Jovem mascarado de extraterrestre Reuters/JIM URQUHART
Um dos participantes mostra a sua tatuagem alusiva à vida extraterrestre
Um dos participantes mostra a sua tatuagem alusiva à vida extraterrestre Reuters/JIM URQUHART
Participante da "invasão" coloca um boneco extraterrestre na zona da base
Participante da "invasão" coloca um boneco extraterrestre na zona da base Reuters/JIM URQUHART
A base militar conhecida como Área 51
A base militar conhecida como Área 51 Reuters/JIM URQUHART
A base militar conhecida como Área 51
A base militar conhecida como Área 51 Reuters/JIM URQUHART
Região da base militar conhecida como Área 51
Região da base militar conhecida como Área 51 Reuters/JIM URQUHART
A base militar conhecida como Área 51 teve um reforço de militares nos últimos dias
A base militar conhecida como Área 51 teve um reforço de militares nos últimos dias Reuters/JIM URQUHART
A base militar conhecida como Área 51 fotografada por vários curiosos
A base militar conhecida como Área 51 fotografada por vários curiosos Reuters/JIM URQUHART
Jovens fazem a "corrida do Naruto" (Naruto Run) junto aos portões da Área 51
Jovens fazem a "corrida do Naruto" (Naruto Run) junto aos portões da Área 51 Reuters/JIM URQUHART
Mais uma jovem mascarada
Mais uma jovem mascarada Reuters/JIM URQUHART
Reuters/JIM URQUHART
A base militar conhecida como Área 51 teve um reforço de militares nos últimos dias
A base militar conhecida como Área 51 teve um reforço de militares nos últimos dias Reuters/JIM URQUHART
Uma das festas organizadas para festejar a invasão teve lugar na província de Rachel, a localidade mais próxima da base
Uma das festas organizadas para festejar a invasão teve lugar na província de Rachel, a localidade mais próxima da base EPA/ETIENNE LAURENT
"Alienstock", festa organizada em Rachel
"Alienstock", festa organizada em Rachel EPA/ETIENNE LAURENT
Visitantes junto à base militar
Visitantes junto à base militar EPA/ETIENNE LAURENT
  Visitante junto à base militar
Visitante junto à base militar EPA/ETIENNE LAURENT
Visitante mascarado junto à base militar
Visitante mascarado junto à base militar EPA/ETIENNE LAURENT
A base militar conhecida como Área 51 teve um reforço de militares nos últimos dias
A base militar conhecida como Área 51 teve um reforço de militares nos últimos dias EPA/ETIENNE LAURENT
A base militar conhecida como Área 51 teve um reforço de militares nos últimos dias
A base militar conhecida como Área 51 teve um reforço de militares nos últimos dias EPA/ETIENNE LAURENT
Visitante mascarado junto à base militar
Visitante mascarado junto à base militar Reuters/JIM URQUHART
  Visitante mascarado junto à base militar
Visitante mascarado junto à base militar EPA/ETIENNE LAURENT
Visitante mascarado junto à base militar
Visitante mascarado junto à base militar Reuters/JIM URQUHART
epa07857664 A member of the public is dressed as a researcher next to the Alien Research Center during a 'Storm Area 51' party organized in Hiko, Nevada, USA, 20 September 2019. Starting as a joke the 'Storm Area 51' transformed into a gathering for alien believer with music and attractions held in several places around the Area 51.  EPA/ETIENNE LAURENT
epa07857664 A member of the public is dressed as a researcher next to the Alien Research Center during a 'Storm Area 51' party organized in Hiko, Nevada, USA, 20 September 2019. Starting as a joke the 'Storm Area 51' transformed into a gathering for alien believer with music and attractions held in several places around the Area 51. EPA/ETIENNE LAURENT EPA/ETIENNE LAURENT
Os participantes chegaram de caravanas para poderem pernoitar na região
Os participantes chegaram de caravanas para poderem pernoitar na região Reuters/JIM URQUHART
Sugerir correcção