Automóveis

Clássicos, raros, valiosos. A colecção portuguesa de carros avaliada em 11 milhões de euros

Um leilão inédito no Alentejo com mais de uma centena de automóveis históricos. Criações marcantes, exemplares únicos, todos em estado impecável. É a colecção milionária de Ricardo Sáragga.

1931 Pierce-Arrow Model B125 Roadster. O desportivo. Resultado da fusão entre a Pierce-Arrow e a Studebaker, que permitiu o desenvolvimento de motores de oito litros. Tom Wood/RM Sotheby's
Fotogaleria
1931 Pierce-Arrow Model B125 Roadster. O desportivo. Resultado da fusão entre a Pierce-Arrow e a Studebaker, que permitiu o desenvolvimento de motores de oito litros. Tom Wood/RM Sotheby's

Veja aqui os resultados do leilão
Veja aqui a actualização 
dos resultados do leilão

 

Era provavelmente um dos segredos mais bem guardados: uma colecção de 127 exemplares que, além do valor milionário, percorre mais de cem anos da história do automóvel. Mas, mesmo depois de conhecida, há detalhes que permanecem ocultos. Não se sabe o que levou Ricardo Sáragga a iniciar a colecção há mais de trinta anos, e, apesar das várias tentativas do PÚBLICO, o próprio recusa determinantemente dar detalhes sobre o seu trajecto. Apenas que a paixão é tal que “muito provavelmente irá recomeçar do zero não tarda”, como nos diz Nick Wiles, o especialista da leiloeira RM Sotheby’s, enquanto nos acompanha numa visita guiada ao enorme edifício, numa herdade entre Alcácer do Sal e Comporta, que guarda mais de uma centena de veículos (e local do leilão a 20 de Setembro). Sáragga confirma a afirmação de Wiles no seu texto introdutório da colecção: “Esta não é a minha primeira colecção de carros, e certamente não será a última”.

Num curto texto que assina no catálogo editado pela leiloeira, Sáragga refere ainda que “muitos dos carros (…) fizeram parte da maioria dos momentos importantes” da sua vida, sublinhando o facto de sempre se ter sentido “atraído por automóveis que tivessem um passado relacionado com Portugal”.

“Todos os veículos estão prontos para ir para a estrada: a trabalhar e legais”, sublinha o responsável da RM Sotheby’s, realçando o cuidado com que cada carro foi tratado – mesmo nos mais antigos (o mais idoso remonta a 1911) é difícil encontrar imperfeições. Cada esmalte foi polido, cada fio reposto, cada forro arranjado ou substituído. A maioria apresenta-se como de origem, o que é um feito dada a idade que ostentam, além de se apresentarem com dados impressionantes sobre a sua própria história.

Pela conjunto, destaca-se o gosto de Sáragga pela Porsche, com mais de vinte carros com este emblema, entre os quais se incluem o 911 RS 2.7 Touring de 1973 laranja que constou na edição 50 Anos da Porsche em Portugal, editada pela marca, um dos primeiríssimos 911 (o S Coupé, de 1967) ou um 356 da última geração, datado de 1964 e trabalhado pela Karmann. 

Mas, em 127 propostas há muita diversidade e carros para todos os gostos. Para quem gosta deles mais pequenos, é de referir a existência de um Vespa 400 (1959), um microcarro com a assinatura da Piaggio. Já para os amantes de berlinas XXL, o Mercedes-Benz 600  de 1966, adquirido pelo filho de Calouste Gulbenkian, Nubar, é uma das estrelas da colecção, sublinha Wiles, com genuíno orgulho. Com uma carroçaria e interiores concebidos pelo atelier de Henri Chapron, o automóvel que Nubar Gulbenkian deixaria ao seu jardineiro português é referência de exclusividade: tem tecto panorâmico, tablier em pele e até suportes especiais para cachimbos, entre outras preciosidades.

Também trabalhado pela Chapron, há um dos 40 Delahaye 135M Cabriolet manufacturados entre 1937 e 1939. O modelo em causa, construído no último ano de produção, foi uma encomenda especial de Tristão Guedes de Queiroz, segundo marquês da Foz, que o ofereceu à mulher, Mariana Brandão de Melo Magalhães, por ocasião do nascimento da filha de ambos.

Porém, o automóvel que mais parece impressionar o especialista britânico é o WD Denzel 1300, de 1955, por ser “uma raridade”. Foram construídos apenas 65 automóveis e, destes, apenas 30 terão chegado aos nossos dias, “sendo que nenhum tão bem preservado”. O carro chegou a estar presente em algumas provas de velocidade e de ralis e, já neste século, foi apresentado no prestigiado Cascais Concours d’Elegance. 

Entre os veículos cuja história se cruza com momentos de competição há ainda um HRG Aerodynamic de 1947, conduzido em três edições do Rali Internacional de Lisboa, entre 1948 e 1950, o DB Type HBR Cabriolet, de 1951, usado pelo piloto amador José Emídio da Silva num conjunto ecléctico de provas, ou o Lotus 69 (1971), com o qual Ernesto Neves se conseguiu distinguir na Rampa da Pena, no Circuito de Montes Claros (no Parque de Monsanto), em Vila do Conde e no Autódromo do Estoril.

Numa colecção avaliada em 11 milhões de euros há ainda preços para todas as carteiras: desde os cinco mil euros de um Fiat Panda Cross 4x4, de 2007, que, entre tantos clássicos e raridades, parece destoar, até ao 8-Litre Tourer, com o qual a Bentley pretendia derrotar a rival Rolls Royce e que se apresenta com um intervalo entre os 700 e os 800 mil euros. E propostas oriundas de quase toda a parte: há americanos, entre os quais um icónico Chevrolet Corvette de 1960 ou um dos poucos Ford Mustang Convertible de primeira geração a chegar à Europa; ou italianos, como o Lancia Aurelia B24s Convertible By Pinin Farina (1956), uma versão radical descapotável de dois lugares que foi protagonista no filme A Ultrapassagem (1962), ou um Fiat Dino Spider (1967), tido como um dos descapotáveis italianos mais desejados. E, claro, Ferrari – ainda que em número contido (há cinco). Mas a maioria descende de linhagens francesas, britânicas e alemãs, num hino à indústria automóvel daqueles países.

O leilão, que decorre este sábado, dia 21 de Setembro, na propriedade alentejana de Ricardo Sáragga, é de entrada exclusiva a quem se apresentar com um catálogo (válido para duas pessoas).

Veja aqui os resultados do leilão
Veja aqui a actualização 
dos resultados do leilão

Uma colecção avaliada em 11 milhões de euros cujo leilão, em lotes sem reserva, atrai coleccionadores de todo o mundo
Uma colecção avaliada em 11 milhões de euros cujo leilão, em lotes sem reserva, atrai coleccionadores de todo o mundo Rui Gaudêncio
1911 De Tamble Model G Roadster. O mais antigo.  €50.000 - €60.000
1911 De Tamble Model G Roadster. O mais antigo. €50.000 - €60.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1912 Ford Model T Torpedo Runabout. O imaculado. Um popular Torpedo Runabout, restaurado em azul escuro, a cor padrão do Model T antes da adopção do preto, em 1913. Imaculado e com todos os detalhes bem tratados, destaca-se o interior forrado em pele. Pelo facto de o volante surgir à direita, calcula-se que terá sido entregue novo no Reino Unido, vindo posteriormente para Portugal. €20.000 - €30.000
1912 Ford Model T Torpedo Runabout. O imaculado. Um popular Torpedo Runabout, restaurado em azul escuro, a cor padrão do Model T antes da adopção do preto, em 1913. Imaculado e com todos os detalhes bem tratados, destaca-se o interior forrado em pele. Pelo facto de o volante surgir à direita, calcula-se que terá sido entregue novo no Reino Unido, vindo posteriormente para Portugal. €20.000 - €30.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1925 Amilcar CGS. O francês emblemático. Um inesperado talento, criado por Joseph Lamy e Emile Akar, que levou o primeiro a considerar a produção de uma variante realmente desportiva. Muitos vezes descrito como o mais emblemático desportivo francês, o Amilcar deve o seu nome aos fundadores.
1925 Amilcar CGS. O francês emblemático. Um inesperado talento, criado por Joseph Lamy e Emile Akar, que levou o primeiro a considerar a produção de uma variante realmente desportiva. Muitos vezes descrito como o mais emblemático desportivo francês, o Amilcar deve o seu nome aos fundadores. Tom Wood/RM Sotheby's
1925 Amilcar CGS. Com uma velocidade máxima de 120 km/h, tornou-se bastante popular na competição, particularmente no Reino Unido.
1925 Amilcar CGS. Com uma velocidade máxima de 120 km/h, tornou-se bastante popular na competição, particularmente no Reino Unido. Tom Wood/RM Sotheby's
1925 Amilcar CGS. Foi matriculado em Portugal em 1973. €40.000 - €50.000
1925 Amilcar CGS. Foi matriculado em Portugal em 1973. €40.000 - €50.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1931 Bentley 8-Litre Tourer. O musical. O carro com que a Bentley pretendia derrotar a rival Rolls Royce e com o qual colocou os fãs da primeira a “ouvirem música” — o tubo de escape estava revestido em amianto, por sua vez envolto em alumínio, para reduzir a ressonância.
1931 Bentley 8-Litre Tourer. O musical. O carro com que a Bentley pretendia derrotar a rival Rolls Royce e com o qual colocou os fãs da primeira a “ouvirem música” — o tubo de escape estava revestido em amianto, por sua vez envolto em alumínio, para reduzir a ressonância. Tom Wood/RM Sotheby's
1931 Bentley 8-Litre Tourer. Este exemplar, o 11º a ser completado, estreou-se em Singapura, com o empresário Eu Tong Sem aos comandos (graças ao qual ficou conhecido por “berlina do harém”).
1931 Bentley 8-Litre Tourer. Este exemplar, o 11º a ser completado, estreou-se em Singapura, com o empresário Eu Tong Sem aos comandos (graças ao qual ficou conhecido por “berlina do harém”). Tom Wood/RM Sotheby's
1931 Bentley 8-Litre Tourer. Em ano de centenário da marca, esta é uma das estrelas do leilão. €700.000 - €800.000
1931 Bentley 8-Litre Tourer. Em ano de centenário da marca, esta é uma das estrelas do leilão. €700.000 - €800.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1931 Pierce-Arrow Model B125 Roadster. Note-se que este foi o carro que tornou possível conjugar o conceito desportivo com o emblema Pierce-Arrow. €140.000 - €180.000
1931 Pierce-Arrow Model B125 Roadster. Note-se que este foi o carro que tornou possível conjugar o conceito desportivo com o emblema Pierce-Arrow. €140.000 - €180.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1931 Pierce-Arrow Model B125 Roadster. Este Model B125 Roadster exibe as emblemáticas características da marca: faróis montados nos guarda-lamas, três farolins traseiros agrupados e o arqueiro como mascote de radiador.
1931 Pierce-Arrow Model B125 Roadster. Este Model B125 Roadster exibe as emblemáticas características da marca: faróis montados nos guarda-lamas, três farolins traseiros agrupados e o arqueiro como mascote de radiador. Tom Wood/RM Sotheby's
1938 Talbot 3-Litre Tourer. O sobrevivente. Um raro sobrevivente da indústria automóvel britânica, no período imediatamente anterior à II Guerra Mundial. O modelo, equipado com motor de 3181 cc, com cabeça em liga de alumínio, proporcionava um excelente desempenho. €20.000 - €30.000
1938 Talbot 3-Litre Tourer. O sobrevivente. Um raro sobrevivente da indústria automóvel britânica, no período imediatamente anterior à II Guerra Mundial. O modelo, equipado com motor de 3181 cc, com cabeça em liga de alumínio, proporcionava um excelente desempenho. €20.000 - €30.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1939 BMW 327 Coupé. O celebrado. Numa combinação em dois tons de verde, com interior em pele castanha, um encantador exemplar de um dos mais celebrados BMW do período pré-Guerra. €120.000 - €150.000
1939 BMW 327 Coupé. O celebrado. Numa combinação em dois tons de verde, com interior em pele castanha, um encantador exemplar de um dos mais celebrados BMW do período pré-Guerra. €120.000 - €150.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1939 BMW 327 Coupé
1939 BMW 327 Coupé Tom Wood/RM Sotheby's
1939 BMW 327 Coupé
1939 BMW 327 Coupé Tom Wood/RM Sotheby's
1939 Delahaye 135M Cabriolet By Chapron. O presente. Um dos 40 faustosos automóveis manufacturados, entre 1937 e 1939, foi uma encomenda especial de Tristão Guedes de Queiroz.
1939 Delahaye 135M Cabriolet By Chapron. O presente. Um dos 40 faustosos automóveis manufacturados, entre 1937 e 1939, foi uma encomenda especial de Tristão Guedes de Queiroz. Tom Wood/RM Sotheby's
1939 Delahaye 135M Cabriolet By Chapron. O segundo marquês da Foz adquiriu-o para dar de presente à sua mulher, Mariana Brandão de Melo Magalhães, por ocasião do nascimento da filha de ambos. €400.000 - €450.000
1939 Delahaye 135M Cabriolet By Chapron. O segundo marquês da Foz adquiriu-o para dar de presente à sua mulher, Mariana Brandão de Melo Magalhães, por ocasião do nascimento da filha de ambos. €400.000 - €450.000 Tom Wood/RM Sotheby's
Detalhe interior do Delahaye 135M Cabriolet By Chapron
Detalhe interior do Delahaye 135M Cabriolet By Chapron Tom Wood/RM Sotheby's
1947 HRG Aerodynamic By Fox & Nicholl. O competidor. Este HRG competiu em diversas provas portuguesas, incluindo três edições do Rali Internacional de Lisboa, entre 1948 e 1950, sendo que o seu melhor resultado foi um 5º. lugar na geral e a vitória na classe, em 1949.
1947 HRG Aerodynamic By Fox & Nicholl. O competidor. Este HRG competiu em diversas provas portuguesas, incluindo três edições do Rali Internacional de Lisboa, entre 1948 e 1950, sendo que o seu melhor resultado foi um 5º. lugar na geral e a vitória na classe, em 1949. Tom Wood/RM Sotheby's
1947 HRG Aerodynamic By Fox & Nicholl. O seu último evento foi a Rampa do Gradil de 1951, onde terminou em 5º. lugar da classe. €180.000 - €250.000
1947 HRG Aerodynamic By Fox & Nicholl. O seu último evento foi a Rampa do Gradil de 1951, onde terminou em 5º. lugar da classe. €180.000 - €250.000 Tom Wood/RM Sotheby's
O HRG Aerodynamic numa foto de época
O HRG Aerodynamic numa foto de época Cortesia de Adelino Dinis
O HRG Aerodynamic numa foto de época
O HRG Aerodynamic numa foto de época Cortesia de Adelino Dinis
1951 DB Type HBR Cabriolet. A referência. Os DB eram, nas categorias de cilindrada mais baixa, uma referência do automobilismo na década de 1950. E este exemplar concreto não é excepção.
1951 DB Type HBR Cabriolet. A referência. Os DB eram, nas categorias de cilindrada mais baixa, uma referência do automobilismo na década de 1950. E este exemplar concreto não é excepção. Tom Wood/RM Sotheby's
1951 DB Type HBR Cabriolet. O modelo foi entregue novo ao piloto amador José Emídio da Silva, que o utilizou com muito sucesso num conjunto ecléctico de provas.
1951 DB Type HBR Cabriolet. O modelo foi entregue novo ao piloto amador José Emídio da Silva, que o utilizou com muito sucesso num conjunto ecléctico de provas. Tom Wood/RM Sotheby's
1951 DB Type HBR Cabriolet. O carro participou nas provas de circuito, rampas e ralis, que compunham o panorama automobilístico português, no início dos anos 1950. €70.000 - €90.000
1951 DB Type HBR Cabriolet. O carro participou nas provas de circuito, rampas e ralis, que compunham o panorama automobilístico português, no início dos anos 1950. €70.000 - €90.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1951 Simca 8 Sport Cabriolet. O elegante. Um dos modelos que criou dificuldades aos Delahaye e Talbot, quatro vezes mais caros, nos concursos de elegância franceses, e que teve tal popularidade que a Facel, encarregue pela produção, não conseguiu durante um tempo dar conta das encomendas. €80.000 - €100.000
1951 Simca 8 Sport Cabriolet. O elegante. Um dos modelos que criou dificuldades aos Delahaye e Talbot, quatro vezes mais caros, nos concursos de elegância franceses, e que teve tal popularidade que a Facel, encarregue pela produção, não conseguiu durante um tempo dar conta das encomendas. €80.000 - €100.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1951 Volkswagen Beetle Split-Window. O clássico. Ícone da cultura popular e um dos automóveis mais importantes do século XX.
1951 Volkswagen Beetle Split-Window. O clássico. Ícone da cultura popular e um dos automóveis mais importantes do século XX. Tom Wood/RM Sotheby's
1951 Volkswagen Beetle Split-Window. O Carocha foi um dos modelos mais vendidos de sempre (mais de 21 milhões de unidades), surgindo aqui na cobiçada versão Split Window. €40.000 - €60.000
1951 Volkswagen Beetle Split-Window. O Carocha foi um dos modelos mais vendidos de sempre (mais de 21 milhões de unidades), surgindo aqui na cobiçada versão Split Window. €40.000 - €60.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1955 Ford Thunderbird. O distinto. Um automóvel distinto e luxuoso, que criou, na década de 1950, um segmento de mercado específico nos EUA.
1955 Ford Thunderbird. O distinto. Um automóvel distinto e luxuoso, que criou, na década de 1950, um segmento de mercado específico nos EUA. Tom Wood/RM Sotheby's
1955 Ford Thunderbird. O equipamento de série incluía direcção assistida ou até mesmo bancos de regulação eléctricos – um mimo para a época. €30.000 - €40.000
1955 Ford Thunderbird. O equipamento de série incluía direcção assistida ou até mesmo bancos de regulação eléctricos – um mimo para a época. €30.000 - €40.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1955 WD Denzel 1300. O raro. Um dos 30 sobreviventes conhecidos dos cerca de 65 WD Denzel 1300 construídos que esteve presente em algumas provas de velocidade e de ralis, tendo a sua melhor classificação sido obtida no Rali São Pedro de Moel, em Agosto de 1956.
1955 WD Denzel 1300. O raro. Um dos 30 sobreviventes conhecidos dos cerca de 65 WD Denzel 1300 construídos que esteve presente em algumas provas de velocidade e de ralis, tendo a sua melhor classificação sido obtida no Rali São Pedro de Moel, em Agosto de 1956. Tom Wood/RM Sotheby's
1955 WD Denzel 1300. Já neste século, após restauro, foi apresentado no prestigiado Cascais Concours ’Elegance. €380.000 - €450.000
1955 WD Denzel 1300. Já neste século, após restauro, foi apresentado no prestigiado Cascais Concours ’Elegance. €380.000 - €450.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1956 Lancia Aurelia B24s Convertible By Pinin Farina. O revolucionário. Com soluções técnicas inovadoras — como a carroçaria monobloco, a suspensão independente nas quatro rodas e o primeiro motor V6 produzido em série —, esta versão descapotável saiu dos estúdios da Pinin Farina. O radical descapotável de dois lugares foi ainda protagonista no filme A Ultrapassagem (1962), de Dino Risi. €220.000 - €280.000
1956 Lancia Aurelia B24s Convertible By Pinin Farina. O revolucionário. Com soluções técnicas inovadoras — como a carroçaria monobloco, a suspensão independente nas quatro rodas e o primeiro motor V6 produzido em série —, esta versão descapotável saiu dos estúdios da Pinin Farina. O radical descapotável de dois lugares foi ainda protagonista no filme A Ultrapassagem (1962), de Dino Risi. €220.000 - €280.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1958 Peugeot 403 Cabriolet. O actor. O Peugeot 403 Cabriolet foi estrela da série Columbo, sendo conduzido pelo próprio detective a quem Peter Falk dava vida. Desenhado por Pininfarina, era movido por um motor de quatro cilindros de 1468 cc. €20.000 - €30.000
1958 Peugeot 403 Cabriolet. O actor. O Peugeot 403 Cabriolet foi estrela da série Columbo, sendo conduzido pelo próprio detective a quem Peter Falk dava vida. Desenhado por Pininfarina, era movido por um motor de quatro cilindros de 1468 cc. €20.000 - €30.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1959 Vespa 400. O microcarro. A Piaggio, famosa pela sua icónica scooter, lançou o microcarro 400 no Mónaco, em 1957, obtendo uma resposta entusiástica.
1959 Vespa 400. O microcarro. A Piaggio, famosa pela sua icónica scooter, lançou o microcarro 400 no Mónaco, em 1957, obtendo uma resposta entusiástica. Tom Wood/RM Sotheby's
1959 Vespa 400. A estrutura era um monobloco, com uma suspensão única. €20.000 - €30.000
1959 Vespa 400. A estrutura era um monobloco, com uma suspensão única. €20.000 - €30.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1960 Chevrolet Corvette. O icónico. Pintado em vermelho Roman, com flancos brancos e interior encarnado a combinar, este é um dos 10.261 Corvette produzidos pela GM, na sua fábrica de St. Louis, no Missouri, em 1960, e um notável exemplar do icónico desportivo americano. €60.000 - €80.000
1960 Chevrolet Corvette. O icónico. Pintado em vermelho Roman, com flancos brancos e interior encarnado a combinar, este é um dos 10.261 Corvette produzidos pela GM, na sua fábrica de St. Louis, no Missouri, em 1960, e um notável exemplar do icónico desportivo americano. €60.000 - €80.000 Tom Wood/RM Sotheby's
Detalhe do interior encarnado
Detalhe do interior encarnado Tom Wood/RM Sotheby's
1961 Jaguar E-Type Series I 3.8-Litre Fixed-Head Coupé. O primeiro coupé. Um dos primeiros 100 E-Type Coupé, quase integralmente produzidos à mão na fábrica da Jaguar, em Coventry, Reino Unido, e um dos mais antigos a revelarem um chão direito que, achava-se, beneficiava a aerodinâmica. €140.000 - €160.000
1961 Jaguar E-Type Series I 3.8-Litre Fixed-Head Coupé. O primeiro coupé. Um dos primeiros 100 E-Type Coupé, quase integralmente produzidos à mão na fábrica da Jaguar, em Coventry, Reino Unido, e um dos mais antigos a revelarem um chão direito que, achava-se, beneficiava a aerodinâmica. €140.000 - €160.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1964 Citroën 2cv 4x4 ‘Sahara’. O aventureiro. O Citroën 2CV foi um dos automóveis mais populares na Europa no século passado.
1964 Citroën 2cv 4x4 ‘Sahara’. O aventureiro. O Citroën 2CV foi um dos automóveis mais populares na Europa no século passado. Tom Wood/RM Sotheby's
1964 Citroën 2cv 4x4 ‘Sahara’. Neste caso, é apresentada a inusitada versão Sahara, com dois motores independentes que permitiam apresentar tracção integral. €80.000 - €100.000
1964 Citroën 2cv 4x4 ‘Sahara’. Neste caso, é apresentada a inusitada versão Sahara, com dois motores independentes que permitiam apresentar tracção integral. €80.000 - €100.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1964 Porsche 356 C 1600 SC Coupé By Karmann. O último. Exemplar da série C que seria a última geração do 356.
1964 Porsche 356 C 1600 SC Coupé By Karmann. O último. Exemplar da série C que seria a última geração do 356. Tom Wood/RM Sotheby's
1964 Porsche 356 C 1600 SC Coupé By Karmann. O topo de gama SC tornou-se, na época, o mais potente modelo Porsche, tendo sido entregue novo em Lisboa. €80.000 - €110.000
1964 Porsche 356 C 1600 SC Coupé By Karmann. O topo de gama SC tornou-se, na época, o mais potente modelo Porsche, tendo sido entregue novo em Lisboa. €80.000 - €110.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1965 Ford Mustang Convertible. O selvagem. A combinar com a natureza selvagem do animal que ostenta no emblema, um dos poucos modelos da primeira geração que chegaram à Europa.
1965 Ford Mustang Convertible. O selvagem. A combinar com a natureza selvagem do animal que ostenta no emblema, um dos poucos modelos da primeira geração que chegaram à Europa. Tom Wood/RM Sotheby's
1965 Ford Mustang Convertible. O motor de seis cilindros em linha debita 120cv. €30.000 - €40.000
1965 Ford Mustang Convertible. O motor de seis cilindros em linha debita 120cv. €30.000 - €40.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1966 Mercedes-Benz 600 Sedan By Chapron. O cultural. Corria o ano de 1966 quando Nubar Gulbenkian, primogénito de Calouste, decidiu que o seu Mercedes-Benz 600 devia ter tecto panorâmico. A marca alemã recusou, mas Nubar não se incomodou por isso: encomendou uma carroçaria ao atelier de Henri Chapron e ganhou um automóvel de características únicas.
1966 Mercedes-Benz 600 Sedan By Chapron. O cultural. Corria o ano de 1966 quando Nubar Gulbenkian, primogénito de Calouste, decidiu que o seu Mercedes-Benz 600 devia ter tecto panorâmico. A marca alemã recusou, mas Nubar não se incomodou por isso: encomendou uma carroçaria ao atelier de Henri Chapron e ganhou um automóvel de características únicas. Tom Wood/RM Sotheby's
1966 Mercedes-Benz 600 Sedan By Chapron. Além do tejadilho panorâmico, apresenta detalhes pouco habituais: o tablier não tem madeira (foi substituída por pele), há suportes especiais para cachimbos ou um minifrigorífico.
1966 Mercedes-Benz 600 Sedan By Chapron. Além do tejadilho panorâmico, apresenta detalhes pouco habituais: o tablier não tem madeira (foi substituída por pele), há suportes especiais para cachimbos ou um minifrigorífico. Tom Wood/RM Sotheby's
1966 Mercedes-Benz 600 Sedan By Chapron. Chegou a Portugal também de uma forma pouco ortodoxa: o automóvel foi deixado em testamento por Nubar Gulbenkian ao seu jardineiro português. €300.000 - €400.000
1966 Mercedes-Benz 600 Sedan By Chapron. Chegou a Portugal também de uma forma pouco ortodoxa: o automóvel foi deixado em testamento por Nubar Gulbenkian ao seu jardineiro português. €300.000 - €400.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1967 Fiat Dino Spider. O desejado. Um dos descapotáveis italianos mais desejados.
1967 Fiat Dino Spider. O desejado. Um dos descapotáveis italianos mais desejados. Tom Wood/RM Sotheby's
1967 Fiat Dino Spider. O modelo foi criado em meados dos anos de 1960 como parte de um acordo entre a Fiat e a Ferrari para homologar um motor de seis cilindros para Fórmula 2. €60.000 - €80.000
1967 Fiat Dino Spider. O modelo foi criado em meados dos anos de 1960 como parte de um acordo entre a Fiat e a Ferrari para homologar um motor de seis cilindros para Fórmula 2. €60.000 - €80.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1967 Porsche 911 S Coupé. O brilhante. Para os admiradores dos primeiros Porsche 911, um representante da versão mais potente.
1967 Porsche 911 S Coupé. O brilhante. Para os admiradores dos primeiros Porsche 911, um representante da versão mais potente. Tom Wood/RM Sotheby's
1967 Porsche 911 S Coupé. Com 160cv, acelerava dos 0 aos 100 km/h em sete segundos!. €150.000 - €180.000
1967 Porsche 911 S Coupé. Com 160cv, acelerava dos 0 aos 100 km/h em sete segundos!. €150.000 - €180.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1971 Lotus 69. O talentoso. Conduzido pelo talentoso especialista Lotus, Ernesto Neves, um vitorioso, tendo conseguido distinguir-se na Rampa da Pena, no Circuito de Montes Claros (no Parque de Monsanto), em Vila do Conde e no Autódromo do Estoril.
1971 Lotus 69. O talentoso. Conduzido pelo talentoso especialista Lotus, Ernesto Neves, um vitorioso, tendo conseguido distinguir-se na Rampa da Pena, no Circuito de Montes Claros (no Parque de Monsanto), em Vila do Conde e no Autódromo do Estoril. Tom Wood/RM Sotheby's
1971 Lotus 69. Em 1972, competiu na Formula Ford World Final, integrada no programa da corrida John Player Challenge Trophy, onde alcançou um brilhante 7º. Lugar. €20.000 - €30.000
1971 Lotus 69. Em 1972, competiu na Formula Ford World Final, integrada no programa da corrida John Player Challenge Trophy, onde alcançou um brilhante 7º. Lugar. €20.000 - €30.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1972 Porsche 911 E. O confortável. Um E Targa de 1972, que capta as atenções dos entusiastas da marca e cujo motor original foi substituído por outro de 1973, da mesma especificação. €70.000 - €100.000
1972 Porsche 911 E. O confortável. Um E Targa de 1972, que capta as atenções dos entusiastas da marca e cujo motor original foi substituído por outro de 1973, da mesma especificação. €70.000 - €100.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1972 Alpine-Renaut A110 1300. O entusiasta. Ícone do desporto automóvel francês para toda uma geração de entusiastas dos ralis, um exemplar em especificação de rali/estrada, que inclui cintos de três pontos, faróis Cibie adicionais e pneus maiores. €60.000 - €80.000
1972 Alpine-Renaut A110 1300. O entusiasta. Ícone do desporto automóvel francês para toda uma geração de entusiastas dos ralis, um exemplar em especificação de rali/estrada, que inclui cintos de três pontos, faróis Cibie adicionais e pneus maiores. €60.000 - €80.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1973 Porsche 911 Carrera RS 2.7 Touring. O especial. Um dos cinco exemplares entregues por encomenda especial em Signal Orange com interior em couro preto.
1973 Porsche 911 Carrera RS 2.7 Touring. O especial. Um dos cinco exemplares entregues por encomenda especial em Signal Orange com interior em couro preto. Tom Wood/RM Sotheby's
1973 Porsche 911 Carrera RS 2.7 Touring. A unicidade do modelo foi celebrada no livro “50 Anos da Porsche em Portugal”. €450.000 - €550.000
1973 Porsche 911 Carrera RS 2.7 Touring. A unicidade do modelo foi celebrada no livro “50 Anos da Porsche em Portugal”. €450.000 - €550.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1986 Ferrari 328 GTB. O veloz. Com uma saudável potência de 270cv, garante uma velocidade máxima de 270 km/h e cumpre os 0-100 km/h em apenas 5,5 segundos. €70.000 - €90.000
1986 Ferrari 328 GTB. O veloz. Com uma saudável potência de 270cv, garante uma velocidade máxima de 270 km/h e cumpre os 0-100 km/h em apenas 5,5 segundos. €70.000 - €90.000 Tom Wood/RM Sotheby's
1990 BMW M3 Cabriolet. O excepcional. O M3 Cabriolet de 1990 beneficia da versão de 212 cv do motor S14 de 2,3 litros da BMW, que se tornou o padrão na versão europeia do M3.
1990 BMW M3 Cabriolet. O excepcional. O M3 Cabriolet de 1990 beneficia da versão de 212 cv do motor S14 de 2,3 litros da BMW, que se tornou o padrão na versão europeia do M3. Tom Wood/RM Sotheby's
1990 BMW M3 Cabriolet.É ainda hoje considerado um dos melhores automóveis focados na experiência de condução da década de 1980. €60.000 - €90.000
1990 BMW M3 Cabriolet.É ainda hoje considerado um dos melhores automóveis focados na experiência de condução da década de 1980. €60.000 - €90.000 Tom Wood/RM Sotheby's
2001 BMW Z8. O 007. Foi protagonista ao lado de Pierce Brosnan em "007 - O Mundo Não Chega" (1999) e depressa impressionou pelos seus atributos que conseguiram, até, ultrapassar o Ferrari 360 Modena em testes de aceleração. €150.000 - €180.000
2001 BMW Z8. O 007. Foi protagonista ao lado de Pierce Brosnan em "007 - O Mundo Não Chega" (1999) e depressa impressionou pelos seus atributos que conseguiram, até, ultrapassar o Ferrari 360 Modena em testes de aceleração. €150.000 - €180.000 Tom Wood/RM Sotheby's
2007 Fiat Panda Cross 4x4. O fora da caixa. Entre tantos clássicos e raridades, o Panda Cross 4x4 parece carta fora do baralho. No entanto, este poderá ser um dos clássicos futuros. €5.000 - €10.000
2007 Fiat Panda Cross 4x4. O fora da caixa. Entre tantos clássicos e raridades, o Panda Cross 4x4 parece carta fora do baralho. No entanto, este poderá ser um dos clássicos futuros. €5.000 - €10.000 Tom Wood/RM Sotheby's
2017 Aston Martin V8 Vantage AMR. O futurista. Mais um agente secreto, desta feita ao serviço do "Bond" Daniel Craig.
2017 Aston Martin V8 Vantage AMR. O futurista. Mais um agente secreto, desta feita ao serviço do "Bond" Daniel Craig. Tom Wood/RM Sotheby's
2017 Aston Martin V8 Vantage AMR. Sendo um dos exclusivos 200 exemplares, apresenta-se com uns expressivos 430cv. €100.000 - €130.000
2017 Aston Martin V8 Vantage AMR. Sendo um dos exclusivos 200 exemplares, apresenta-se com uns expressivos 430cv. €100.000 - €130.000 Tom Wood/RM Sotheby's
“Esta não é a minha primeira colecção de carros, e certamente não será a última”, diz Sáragga
“Esta não é a minha primeira colecção de carros, e certamente não será a última”, diz Sáragga Rui Gaudêncio
“Todos os veículos estão prontos para ir para a estrada: a trabalhar e legais”
“Todos os veículos estão prontos para ir para a estrada: a trabalhar e legais” Rui Gaudêncio
Em 127 propostas há muita diversidade e carros para todos os gostos
Em 127 propostas há muita diversidade e carros para todos os gostos Rui Gaudêncio
A maioria apresenta-se como de origem
A maioria apresenta-se como de origem Rui Gaudêncio
Numa colecção avaliada em 11 milhões de euros há ainda preços para todas as carteiras
Numa colecção avaliada em 11 milhões de euros há ainda preços para todas as carteiras Rui Gaudêncio
Rui Gaudêncio
Sugerir correcção