EUA entram na corrida ao Porto de Sines contra a China

Concurso para a concessão do novo terminal de contentores em Sines vai ser lançado ainda este mês. Investimento previsto atinge os 642 milhões de euros e ministra diz que ganhará quem melhor servir os interesses de Portugal.

Foto
Daniel Rocha

Há novos operadores e geografias a manifestar interesse em ficar com a futura concessão do terminal de contentores que vai surgir em Sines, o terminal Vasco da Gama, cujo concurso público internacional vai ser lançado ainda este mês, confirmou ao PÚBLICO o Ministério do Mar. Para além de vários operadores chineses já terem demonstrado esse interesse, também os Estados Unidos da América (EUA) entraram oficialmente na corrida, ao assumirem a natureza estratégica do Porto de Sines “como destinatário de gás natural liquefeito dos EUA (GNL)”, inscrevendo mesmo na acta da ultima reunião da Comissão Bilateral Permanente Estados Unidos - Portugal, que se realizou em Washington a 11 de Setembro, “que há interesse dos EUA em ver o investimento norte-americano no planeado terminal de contentores Vasco da Gama”.