A última dança de Leonard Cohen será revelada em Novembro

Thanks for the Dance, álbum póstumo do músico canadiano, foi criado a partir de excertos deixados quando das gravações de You Want it Darker e participam nele músicos como Beck, Feist, Javier Mas, Damien Rice, Bryce Dessner, dos National, ou Richard Reed Perry, dos Arcade Fire

Leonard Cohen
Foto
Eloy Alonso/ REUTERS

Aquele que se julgava o último álbum, You Want it Darker, foi editado semanas antes da sua morte, dia 7 de Novembro de 2016. Marcado pela consciência do fim, não será porém o último disco de originais de Leonard Cohen. Esta sexta-feira foi anunciado Thanks for the Dance, que será editado dia 22 de Novembro e que foi construído pelo filho do músico e poeta, Adam Cohen, a partir de takes de voz registados durante as gravações de You Want it Darker. The Goal, com pouco mais de um minuto de duração, voz falada de Cohen acompanhada de piano e guitarra, é a primeira apresentação. Termina com os versos “No one to follow, no one to teach/ Except that the goal, falls short of reach”.

O álbum póstumo começou a ser trabalhado sete meses após a morte de Leonard Cohen, numa garagem da casa de Adam em que este foi convivendo com os excertos inacabados que, segundo o próprio, o pai lhe pedira que fossem transformados em canções. No comunicado de apresentação do novo álbum, enviado à imprensa pela editora do músico, a Sony Music, é revelada a natureza colaborativa do trabalho de dar forma aos esquissos. Em Thanks for the Dance encontramos, por exemplo, um comparsa musical tardio como Javier Mas, o músico espanhol que integrou a banda de Cohen ao longo dos últimos oito anos da sua vida de palco, tocando guitarra de 12 cordas, alaúde ou bandurria — no disco utiliza a própria guitarra de Cohen.

Os restantes músicos presentes formam uma verdadeira constelação de fãs de Cohen. Feist e Damien Rice participam enquanto vocalistas. Richard Reed Perry, dos Arcade Fire, tocou o baixo, Bryce Dessner, dos The National, contribuiu em guitarra e Dustin O’Halloran, artista a solo e também membro do duo A Winged Victory for the Sullen, ocupou-se do piano. Beck foi outros dos convidados — tocou guitarra e berimbau de boca —, numa lista que inclui ainda o produtor Daniel Lanois e Patrick Watson enquanto co-produtor de uma canção. Participam, por fim, o coro Shaar Hashomayim de Toronto, que já ouvíramos em You Want it Darker, o coro Cantus Domus, de Berlim, a orquestra Stargaze e a cantora e compositora Jennifer Warnes, amiga próxima e colaboradora de Leonard Cohen.

PÚBLICO -
Foto
A foto que acompanha o anúncio do novo disco dr

Thanks for the Dance é composto por nove canções, com o seguinte alinhamento:

1 – Happens to the heart
2 – Moving on
3 – The Night of Santiago
4 – Thanks for the dance
5 – It’s torn
6 – The goal
7 – Puppets
8 – The hills
9 – Listen to the hummingbird