Eduardo Cabrita vai assumir as funções do secretário de Estado

O primeiro-ministro não vai nomear novo secretário de Estado da Protecção Civil, depois da demissão de Artur Neves.

Foto
Eduardo Cabrita ficará com a tutela directa da Protecção Civil até ao fim do mandato Miguel Manso

O Governo não vai substituir Artur Neves na Secretaria de Estado da Protecção Civil. As funções do secretário de Estado que se demitiu esta terça-feira serão asseguradas pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

Num comunicado enviado às redacções, o gabinete do primeiro-ministro refere que, “tendo em conta o fim próximo da legislatura, o ministro da Administração Interna assegurará as competências até agora cometidas ao secretário de Estado da Protecção Civil”. Será assim Eduardo Cabrita a acumular as funções de tutela directa da Protecção Civil.

José Artur Neves demitiu-se na sequência de buscas efectuadas pela Polícia Judiciária na sua secretaria por causa dos contratos relacionados com os contratos ao abrigo dos programas Aldeia Segura e Pessoas Seguras. Artur Neves foi constituído arguido, segundo conseguiu apurar o PÚBLICO, o que levou ao seu pedido de demissão.

Na nota, António Costa agradece ao ex-governante reconhecendo-lhe o “contributo decisivo para a forma como decorreram e se implementaram as mudanças nas operações de Protecção Civil, especialmente na execução da reforma do Sistema de Gestão Integrada de Fogos Rurais, tendo o seu empenho pessoal sido determinante nos resultados obtidos em 2018 e até ao momento do corrente ano”.