CP agrava capital próprio negativo no primeiro semestre

Auditor recorda que nem um dos relatórios contabilísticos da CP foram aprovados pela tutela desde 2015, o que significa que desde que está em funções, o actual Governo ainda não validou nenhuma das contas da empresa pública de ferrovia

Foto
Nelson Garrido

A CP terminou os primeiros seis meses do ano com um capital próprio negativo de 2,31 mil milhões de euros, um resultado pior em 40,05 milhões de euros (ou 1,8%) face ao final de 2018, quando se situava em 2,27 mil milhões de euros negativos. Em Junho último, a CP tinha activos (incluindo locações financeiras) de 580,41 milhões de euros (eram 589,8 milhões de euros seis meses antes) e um passivo acumulado de 2,89 mil milhões de euros (face a 2,86 mil milhões em Dezembro último).