Director da PJ ganhará mais com fim do tecto máximo dos juízes

Fim do limite salarial dos juízes vai beneficiar o director da Judiciária que é equiparado a juiz desembargador. Novo diploma prevê igualmente que trabalhadores da PJ recuperem 70% do tempo de serviço congelado entre 2009 e 2019.

Foto
LUSA/Manuel Almeida

O salário de director da Polícia Judiciária, que é equiparado ao dos juízes dos Tribunais da Relação com cinco anos de serviço, vai beneficiar do fim do tecto salarial que impedia os magistrados de receberem mais do que o primeiro-ministro. O salário bruto do director da PJ, actualmente Luís Neves, é de 5951 euros, um valor que a partir de Janeiro do próximo ano deverá passar para 6374 euros, ou seja, uma subida de 423 euros. O salário base do chefe do Governo é de 5436,61 euros, valor a que se juntam 2174,65 euros de despesas de representação, de acordo com um cálculo do PÚBLICO feito em Abril.