Reportagem

Todos se uniram por um rio e o Sousa vai ser uma área protegida

A autarquia de Lousada já tem em curso um projecto de criação de uma Paisagem Protegida para o Sousa Superior. Em causa está a preservação da biodiversidade, a despoluição do rio e a conservação da natureza e do património cultural. No futuro, o executivo considera que pode haver uma articulação com outros municípios.

Fotogaleria
O projecto abrange 1300 hectares de área Nelson Garrido
Fotogaleria
Em causa está a preservação da biodiversidade, a despoluição do rio e a conservação da natureza e do património cultural Nelson Garrido

No concelho de Lousada, a preservação da biodiversidade do rio Sousa não é apenas um plano. É um objectivo já traçado e delineado, patente no projecto de criação de uma Paisagem Protegida para o Sousa Superior, que tem em vista a protecção e a despoluição do rio Sousa, que nasce em Friande (Felgueiras) e desagua em Foz do Sousa (Gondomar), passando pelos concelhos de Felgueiras, Lousada, Penafiel, Paredes e Gondomar. Uma pretensão que surgiu, sobretudo, devido às descargas ilegais e poluentes no rio.