Nada incomoda Primoz Roglic na Vuelta

A etapa desta sexta-feira, de perfil pouco montanhoso, deverá permitir uma chegada ao sprint ou o sucesso de uma fuga.

O pelotão da Vuelta
Foto
O pelotão da Vuelta LUSA/JAVIER LIZON

Miguel Ángel López tentou e Valverde “ensaiou” uma tentativa, mas Primoz Roglic continua firme e confortável na liderança da Volta a Espanha. Nesta quinta-feira, a etapa 18 foi ganha pelo colombiano Sergio Higuita (Education First), que foi o único resistente da fuga do dia. Os principais favoritos chegaram poucos segundos depois, com Quintana e Pogacar a serem os derrotados do dia: o colombiano perdeu o segundo lugar para Valverde e o jovem esloveno perdeu para López o quarto lugar e a liderança na classificação da juventude.

Esta etapa foi, desde início, muito confusa. Os ataques foram descoordenados e feitos “a conta gotas”, algo que fez com que a fuga demorasse a estabilizar. Acabou por vingar um grupo de sete elementos, entre os quais Nélson Oliveira. O português não estava, no entanto, com intenções de lutar pela etapa – pelo menos no plano teórico –, já que a ideia da Movistar seria ter, na frente da corrida, alguém que pudesse ajudar Quintana, Valverde e Soler mais tarde na etapa.

O nome mais proeminente desta fuga acabou por ser Higuita e o colombiano conseguiu isolar-se, evitando a fatalidade que esperou os restantes companheiros de fuga: serem “caçados” pelo pelotão.

Um pelotão que viu Miguel Ángel López, que iniciou a etapa cerca de quatro minutos da liderança, atacar a 60 quilómetros da meta. Nenhum dos restantes favoritos respondeu e, pelo que se viu, foi uma boa decisão. López ganhou apenas cerca de um minuto, vantagem que acabou por ser neutralizada.

Cerca de 30 quilómetros depois, López voltou a ser o “animador” de serviço, mas, desta vez, com o “cinismo” de perceber que Pogacar e Quintana estavam em claras dificuldades – luta pelo pódio na estrada.

Seguiram López, Roglic, Valverde e Majka e o esloveno, camisola vermelha, continuou a não passar por grandes complicações e fez a restante etapa em ritmo tranquilo, com o restante quarteto, em perseguição infrutífera a Higuita, que venceu isolado. Mais atrás, Pogacar e Quintana cederam um pouco mais de um minuto.

A etapa desta sexta-feira, de perfil pouco montanhoso, deverá permitir uma chegada ao sprint ou o sucesso de uma fuga.