ADSE limita financiamento de novos medicamentos oncológicos

Fármacos inovadores não financiados pelo SNS e em fase de avaliação no Infarmed passam a depender de autorização prévia da ADSE. Ministra da Saúde rejeita ideia de que haja dificuldades no acesso a medicamentos novos por razões financeiras.

Foto
Rui Gaudencio

A ADSE vai limitar a forma de financiamento de novos medicamentos oncológicos. O subsistema dos funcionários públicos sublinha que “só pode comparticipar medicamentos para os quais exista decisão de financiamento pelo SNS [Serviço Nacional de Saúde]” e clarificou as regras sobre os “medicamentos de oncologia”, numa comunicação enviada aos hospitais privados no final de Agosto e a que o PÚBLICO teve acesso.