Portugal coloca mil milhões em dívida a 10 e 15 anos com juros a mínimos

Agência que gere a dívida pública tinha anunciado para hoje a realização de dois leilões de OT com maturidades em 15 de Junho de 2029 e em 18 de Abril de 2034

Dívida do governo
Foto
Cristina Casalinho, presidente do IGCP Nuno Ferreira Santos

Portugal colocou hoje 1000 milhões de euros, montante abaixo do máximo anunciado, em Obrigações do Tesouro (OT) a 10 e 15 anos, com juros a caírem de novo para mínimos de sempre nos dois prazos, foi anunciado.

Segundo a página do IGCP, agência que gere a dívida pública, na agência Bloomberg, foram colocados 600 milhões de euros em OT com maturidade em 15 de Junho de 2029 (cerca de 10 anos) à taxa de juro de 0,264%, um novo mínimo de sempre, abaixo da registada em 10 de Julho, de 0,510%, anterior mínimo histórico.

A procura das OT a 10 anos cifrou-se em 1263 milhões de euros, 2,1 vezes o montante colocado.

No último leilão comparável de OT a 10 anos, em 10 de Julho, Portugal colocou 753 milhões de euros em OT com maturidade em 15 de Junho de 2029 (cerca de 10 anos) à taxa de juro de 0,510%, um novo mínimo de sempre, abaixo da registada em 12 de Junho, 0,639%, anterior mínimo histórico, tendo a procura atingido 1.188 milhões de euros, 1,58 vezes o montante colocado.

Em OT com maturidade em 18 de Abril de 2034 (cerca de 15 anos) hoje foram colocados 400 milhões de euros à taxa de juro de 0,676%, também abaixo da verificada no anterior leilão comparável de 12 de Junho, de 1,052%, tendo a procura atingido 919 milhões de euros, 2,3 vezes o montante colocado.

No mais recente leilão comparável de OT a 15 anos, em 12 de Junho foram colocados 625 milhões de euros de títulos de dívida com maturidade em 18 de Abril de 2034 (cerca de 15 anos) à taxa de juro de 1,052%, abaixo da do anterior leilão comparável de 8 de Maio, em que foram colocados 450 milhões de euros à taxa de juro de 1,563%. Neste leilão de OT a 15 anos, a procura ultrapassou em 1,63 vezes a oferta.

O IGCP, agência que gere a dívida pública, tinha anunciado para hoje a realização de dois leilões de OT com maturidades em 15 de Junho de 2029 (cerca de 10 anos) e em 18 de Abril de 2034 (cerca de 15 anos) num montante indicativo global entre 1.000 e 1.250 milhões de euros.

Sugerir correcção