Vereador da Câmara da Trofa vai ser julgado por alegado desvio de verbas

Romeu Ribeiro é suspeito de ter desviado 60 mil euros destinados para obras num equipamento desportivo.

Arguido
Foto
fabio augusto / ARQUIVO

O juiz de instrução criminal do Tribunal de Matosinhos decidiu esta terça-feira levar a julgamento o vereador da Câmara da Trofa Romeu Ribeiro, num processo de alegado desvio de 60 mil euros destinados para obras num equipamento desportivo, disse fonte judicial.

A Lusa tentou obter uma reacção de Romeu Ribeiro, mas este escusou-se, justificando não ter conhecimento oficial da decisão que ditou que fosse a julgamento juntamente com mais seis arguidos.

Em causa está uma alegada “falta de fiscalização” das “verbas públicas atribuídas pela autarquia para obras de manutenção e manutenção do Complexo Desportivo da Paradela”, acabando o dinheiro “desviado para a ampliação de uma casa particular”, referiu a fonte.

Na acusação, o Ministério Público pedia a perda de mandato do vereador, à data dos factos, em Junho de 2014, com o pelouro do Desporto na autarquia do distrito do Porto.

Romeu Pinto Ribeiro detém actualmente os pelouros da Cultura e Turismo na Câmara da Trofa.