Companhia Aigle Azur recebe 14 propostas de interesse

No início de Setembro a companhia aérea francesa declarou-se insolvente. A 7 de Setembro todos os voos de Portugal foram cancelados. Houve mais países afectados.

Foto
Reuters/BENOIT TESSIER

A companhia aérea francesa Aigle Azur, em processo de insolvência desde 2 de Setembro, informou esta segunda-feira, 9 de Setembro, que recebeu 14 propostas de interesse de compra.

Nenhuma das ofertas prevê a compra da totalidade do grupo, avança a agência de notícias Lusa. Trata-se de manifestações de interesse de aquisição de “activos isolados”, disse a transportadora aérea em comunicado, adiantando que também existem “projectos de compra mais globais”. 

A recepção de manifestações de interesse em relação à Aigle Azur surge no âmbito do processo iniciado pelo administrador de insolvência designado para administrar a companhia aérea francesa. Nenhuma das 14 propostas avançadas pode ser ainda aceite, pois os projectos de negócio e o seu financiamento têm ainda que ser apresentados ao administrador judicial, esclareceu a transportadora aérea em comunicado. 

A Air France confirmou à agência Efe que formalizou uma oferta, mas sem dizer no que consiste. De acordo com a imprensa francesa há também a manifestação de interesse de Gérard Houa, um dos actuais accionistas da Aigle Azur (com 20% do capital); do grupo Dubreuil (onde se incluem as companhias Air Caraïbes y French Bee) e do fundador da Airlinair e antigo dirigente da Air France, Lionel Guérin. Também a britânica Easyjet e a espanhola Vueling mostraram interesse, mas não chegaram a apresentar propostas consistentes.

A próxima audiência para tratar do futuro da companhia aérea no Tribunal Comercial de Evry, nos arredores de Paris, irá decorrer a 16 de Setembro.

As manifestações de interesse em relação à Aigle Azur surgem no âmbito da declaração de insolvência. No passado sábado, 7 de Setembro, todos os voos da companhia aérea francesa Aigle Azur foram cancelados. Entre os voos suspensos estiveram incluídos Portugal, Brasil, Ucrânia e Mali. Em Portugal, a Aigle Azur voava para o Porto, Funchal e Faro. A companhia colocou no seu site as transportadoras aéreas que, alternativamente, podem realizar os voos cancelados pela Azur e como podem os passageiros prejudicados reclamar.