Montanha não fragilizou líder Roglic e levou um português ao pódio

Na Vuelta, o líder permanece seguro no topo da classificação.

O pelotão a Vuelta enfrentou mais uma etapa de montanha
Foto
O pelotão a Vuelta enfrentou mais uma etapa de montanha LUSA/JAVIER LIZON

O português Ruben Guerreiro (Katusha) foi neste domingo segundo classificado na 15.ª etapa da Volta à Espanha em bicicleta, uma tirada de alta montanha conquistada pelo norte-americano Sepp Kuss (Jumbo Visma) no Santuario do Acebo, nas Astúrias.

O esloveno Primoz Roglic (Jumbo Visma) continua com a camisola vermelha, depois de ganhar tempo a quase todos os seus rivais, com excepção do espanhol Alejandro Valverde (Movistar), que reforçou a sua posição como segundo da geral.

Sepp Kuss gastou 4h19m18s para completar a ligação de 154,4 quilómetros de Tineo ao Santuario del Acebo, deixando Ruben Guerreiro, um dos seus companheiros de fuga, a 39 segundos.

Roglic e Valverde foram os melhores entre os favoritos e continuam primeiro e segundo, separados por 2m25s. O terceiro é outro esloveno, Tadej Pogacar (UAE-Emirates), que hoje perdeu 40 segundos e já está a 3m42s.

A alta montanha volta a estar no programa da etapa de segunda-feira, com extensão de 144,4 quilómetros. O pelotão continua nas montanhas da Cantábria e Astúrias e tem pela frente uma sucessão de três subidas de primeira, a terminar na longa escalada de La Cubilla, de 20 quilómetros.