Laboratórios do Estado: investigadores precários à espera de novo parecer para serem integrados

O Governo criou uma comissão para decidir se os investigadores a trabalhar com vínculos precários nos laboratórios do Estado entram na carreira técnica superior ou de investigação científica. Parecer será vinculativo.

Foto
Especialistas da nova comissão não podem ter exercido funções nos últimos cinco anos nos laboratórios que estejam a ser analisados. RG RUI GAUDENCIO

Os investigadores precários a trabalhar nos laboratórios do Estado terão de esperar mais dois meses, pelo menos, até verem a sua situação laboral resolvida. O atraso deve-se ao facto de o Governo ter criado uma comissão de peritos para decidir em que carreira estes trabalhadores devem ser integrados: se na técnica superior ou de investigação científica.