A crise entra no discurso dos partidos. A austeridade, não

O que os partidos dizem sobre uma futura crise conta para as legislativas e é tempo de se falar sobre o assunto. Nos últimos dias, o efeito de uma recessão nas contas do país foi tema de pré-campanha.

Foto
Sinais de recessão elevam receio de crise como a do início da década josé sarmento matos

Uma crise económica ou, pelo menos, uma recessão sem duração ou profundidade previsíveis é como o destino: tarde ou cedo virá e, a avaliar pelos sinais internacionais, pode não demorar muito. Os principais países para onde Portugal exporta começam a dar sinais de abrandamento ou mesmo de recessão. Com este cenário à porta, e em plena pré-campanha, como olham os partidos para a nuvem negra no horizonte?