Fotografia

O que diz uma foto tipo passe sobre ti? Quase nada

©Max Siedentopf
Fotogaleria
©Max Siedentopf

As regras são claras, rigorosas, inexoráveis. Uma fotografia tipo passe deve ser a cores. O fundo deve ser neutro e claro e livre de sombras — assim como o rosto do retratado, também sem sombras. O sujeito deve manter uma expressão neutra e olhar directamente para a câmara. Importante: deve abster-se de sorrir ou abrir a boca. Apesar de Max Siedentopf o considerar “o mais mundano e enfadonho” género fotográfico de sempre, seguiu à risca as directrizes para criar os 50 retratos que compõem a série Passport Photos. Mas, claro, com uma reviravolta. “Esta série procura desafiar as regras oficiais ao testar tudo o que é possível fazer enquanto se está a tirar o retrato tipo passe”, refere Siedentopf num comunicado enviado ao P3. E o resultado é surpreendente. À esquerda, Max colocou o banal retrato; à direita, o resto do enquadramento, que revela as mais inusitadas tarefas ou traços fisionómicos.

O humor é a principal ferramenta de trabalho do artista, que é também autor autor da famosa instalação artística Toto Forever, que consiste num sistema de som a repetir, eternamente, a canção Africa, da banda Toto, nas areias do deserto da Namíbia. Além dessa caricata instalação, Max Siefentopf publicou no P3 o projecto Splashdash Supercars, em 2016, uma série que resultou de investidas nocturnas sobre automóveis estacionados nas ruas de Amesterdão. Enquanto do donos dormiam, Max “tunificava” os seus carros. Vale a pena rever.

©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
©Max Siedentopf
Sugerir correcção