Torne-se perito

SIBS alia-se a parceiros europeus para internacionalizar MB Way

Associação a outros sistemas de pagamentos móveis pretende garantir, num futuro próximo, a utilização do MB Way nesses países.

Aplicação MB a caminho de outros países
Foto
Aplicação MB a caminho de outros países Andreia Carvalho

A SIBS, gestora da rede Multibanco e responsável pela criação e gestão do MB WAY, juntou-se a outros seis serviços de pagamentos móveis domésticos, líderes em nove países europeus, para criar a Associação Europeia de Sistemas de Pagamentos Móveis (European Mobile Payment Systems Association, EMPSA). Em comunicado divulgado esta terça-feira, a empresa nacional adianta que “a colaboração destes sistemas abre caminho para a interoperabilidade do MB WAY com outros sistemas de pagamentos móveis, possibilitando o seu uso num contexto internacional”.

Os restantes parceiros da associação são o Bancontact Payconi Company (Bélgica), o Swish (Suécia), o TWINT (Suíça), o VIPPS (Noruega), o MobilePay (Finlândia/ Dinamarca) e o Bluecode (Alemanha/Áustria). No total, e de acordo com a informação divulgada, “os membros da EMPSA agregam já 25 milhões de utilizadores, de mais de 350 bancos, e com mais de um milhão de comerciantes aceitantes em nove mercados europeus, mas espera-se que mais países e sistemas de pagamentos móveis se juntem à associação nos próximos meses”.

De acordo com o comunicado, a EMPSA pretende garantir a possibilidade de realizar pagamentos móveis no estrangeiro, “uma vantagem competitiva de relevo no actual panorama de globalização da economia digital”. Para reforçar a importância da interoperabilidade, a EMPSA criou um grupo de trabalho, de que a SIBS faz parte, para estabelecer a comunicação e o funcionamento conjunto dos vários sistemas.

Para a SIBS, trata-se de “um passo ambicioso, mas natural para sistemas que já atingiram um importante patamar de relevância e utilização nos seus mercados nacionais”. Tiago Bianchi de Aguiar, director de Estratégia da SIBS, destaca que “os utilizadores MB WAY, que já estão conectados a mais de 1,7 milhões de pessoas e que podem fazer compras em mais de 100 mil comerciantes em Portugal (…), poderão, num futuro próximo, utilizar a sua solução de pagamentos móveis preferida em variados países europeus”.

A aplicação (app) MB Way, criada em 2015, oferece uma solução interbancária para compras e transferências imediatas através de um telemóvel smartphone ou de um tablet. Também permite levantamentos em caixas automáticas sem necessidade de cartão de débito ou de crédito.

O serviço foi lançado sem qualquer custo, o que contribuiu para uma forte adesão, especialmente dos mais jovens, mas actualmente já são quatro os bancos (BPI, BCP, Santander e Caixa Agrícola) a cobrar pela funcionalidade de transferências, e os valores são expressivos. Os bancos isentam alguns clientes, especialmente se usarem as suas aplicações internas, criadas em cima da app da SIBS, mas bem mais “fechadas”.  

O Banco Santander Totta foi o último banco a anunciar o seu precário para este serviço, que entrará em vigor a partir da próxima terça-feira, 10 de Setembro, e variam, para os clientes não isentos, entre 93,6 cêntimos na aplicação (app) MB Way e 46,8 cêntimos na app interna.

Nos restantes três bancos os custos variam entre 26 cêntimos e 1,248 euros.

Sugerir correcção