Ronaldo é o jogador do ano, Lage venceu entre os treinadores

A votação foi feita por técnicos e jogadores capitães de equipa – peso de 60% –, mas também por adeptos – peso de 40% –, que puderam votar durante o mês de Agosto.

Ronaldo na gala desta segunda-feira
Foto
Ronaldo na gala desta segunda-feira LUSA/MIGUEL A. LOPES

Hat-trick” para Cristiano Ronaldo em três edições dos prémios “Quinas de Ouro”. O português falhou nos prémios da UEFA, mas brilhou nos da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), vencendo o galardão “Quinas de Ouro” para melhor jogador do ano no futebol masculino. Foi a terceira vitória de Ronaldo em três edições deste prémio anual.

O jogador recebeu a distinção nesta segunda-feira, numa gala organizada pela Federação Portuguesa de Futebol, a Associação Nacional dos Treinadores de Futebol e o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol, batendo a concorrência de Rúben Neves, João Félix, Bruno Fernandes e Bernardo Silva.

A conquista da I Liga deu ao Benfica duas conquistas: equipa do ano, a nível colectivo, e Bruno Lage como treinador do ano, a nível individual. O técnico “encarnado” falou das derrotas que teve com alguns dos outros nomeados (Paulo Fonseca, Fernando Santos e Vítor Oliveira) para lançar uma reflexão. “Para ganharmos um dia, temos de perder muito. Ninguém gosta de perder, mas há que saber perder (…) se eu consegui o meu sonho, qualquer um de vós pode conseguir”, disse, após receber o galardão.

O “onze” do ano foi dividido, essencialmente, entre Benfica e FC Porto, com predominância “encarnada”. Casillas, Alex Telles, Militão, Rúben Dias, Grimaldo, Danilo, Bruno Fernandes, Pizzi, Rafa, João Félix e Seferovic foram os destacados, num lote com “batota”, já que foram definidos dois laterais-esquerdos.

No sector feminino, Jéssica Silva, do Lyon, foi eleita a melhor jogadora do ano, enquanto o melhor treinador foi Miguel Santos, do Sp. Braga, e a melhor equipa foi a equipa sénior do Benfica.

No futsal, Ricardinho (Movistar), como jogador, Joel Rocha (Benfica), como treinador, e o Benfica, como equipa, venceram os prémios Quinas de Ouro. Os prémios do futsal feminino foram entregues a Fifó (melhor jogadora), Luís Conceição (melhor treinador) e Benfica (melhor equipa).

Madjer venceu o prémio de melhor jogador de futebol de praia, tendo contribuído, também, para o prémio colectivo entregue à selecção nacional.

Houve espaço, ainda, para destacar algumas personalidades. Fernando Santos recebeu o Prémio Quinas de Platina – sucedeu a Eusébio, premiado em 2014 –, Jesualdo Ferreira venceu o Prémio Prestígio e o Prémio Vasco da Gama, para premiar quem venceu no estrangeiro, foi para as equipas de futsal do Sporting, do Sp. Braga em futebol de praia e de sub-19 do FC Porto. Por fim, o Prémio Presidente foi entregue a Catarina Furtado, pelo papel como activista em causas sociais.

Quem decidiu?

A votação foi feita por treinadores e jogadores capitães de equipa – peso de 60% –, mas também por adeptos – peso de 40% –, que puderam votar de 5 a 23 de Agosto, no site da FPF.

Antes disso, os nomeados foram escolhidos pelo Conselho das Quinas de Ouro, órgão escolhido pela FPF.

A escolha foi feita por deliberação conjunta do lote conselheiros, sendo que o presidente, Luís Figo, teve voto de qualidade. O restante Conselho foi composto por António Oliveira, Carla Couto, Carlos Dinis, Ivan Almeida Dias, José Carlos Castanheira, Pedro Pauleta e Vítor Baía.

Quem venceu?

Jogador do ano
Rúben Neves (Wolverhampton)
João Félix (SL Benfica/Atlético de Madrid)
Bernardo Silva (Manchester City)
Cristiano Ronaldo (Juventus)
Bruno Fernandes (Sporting)

Jogadora do ano
Jéssica Silva (Levante/Lyon)
Sofia Silva (Sp. Braga)
Cláudia Neto (Wolfsburgo)
Dolores Silva (Atlético de Madrid/SC Braga)
Vanessa Marques (SC Braga)

Treinador do ano futebol (masculino)
Bruno Lage (Benfica)
Vítor Pereira (Shanghai SIPG)
Fernando Santos (Selecção Nacional)
Paulo Fonseca (Shakhtar Donetsk/Roma)
Vítor Oliveira (Paços de Ferreira/Gil Vicente)

Treinador do ano futebol (feminino)
Mara Vieira (Valadares Gaia)
Madalena Gala (CF Benfica)
João Marques (Benfica/Famalicão)
José Paisana (Selecção Nacional feminina sub-17)
Miguel Santos (Sp. Braga)

Treinador do ano formação
João Videira (Benfica Juniores Sub-19 Fem)
Leandro Pires (Aves sub-23)
Luís Araújo (Benfica Juniores B)
Mário Silva (FC Porto Juniores A em 18/19)
Pedro Coelho (Sporting Juniores C)

Equipa do ano (masculino)
Sporting
Desportivo das Aves (sub-23)
FC Porto sub-19
Selecção Nacional A
Benfica

Equipa do ano (feminina)
CF Benfica
Valadares
Selecção Nacional sub-17
Sp. Braga
Benfica

Jogador do ano futsal
Erick (Sporting)
Bruno Coelho (Benfica)
André Coelho (Benfica)
Ricardinho (Inter Movistar)
Pany Varela (Sporting)

Jogadora do ano futsal
Janice Silva (Benfica)
Ana Azevedo (Vermoim)
Ana Catarina (Benfica)
Fifó (Benfica)
Sofia Vieira (Kick Off C5)

Treinador do ano futsal (masculino)
José Luís Mendes (Selecção Nacional futsal sub-19)
Pedro Costa (Nagoya Oceans em 18/19)
Joel Rocha (Benfica)
Nuno Dias (Sporting)
Orlando Duarte (Nikars Riga/ Orchies Pevele)

Treinador do ano futsal (feminino)
Francisco Paiva (Vermoim)
Rui Ferreira (Sporting)
André Teixeira (Novasemente)
Bruno Fernandes (Benfica em 18/19)
Luís Conceição (Selecção Nacional de futsal)

Equipa futsal (masculino)
Modicus
Selecção futsal sub-19
AD Fundão
Sporting
Benfica

Equipa futsal (feminino)
Novasemente
Quinta dos Lombos
Selecção A
Selecção Nacional sub-19
Benfica

Jogador futebol praia
Madjer (Sporting)
Coimbra (Sporting)
Bê Martins (Sp. Braga)
Jordan (Sp. Braga)
Torres (Sp. Braga)

Equipa do ano futebol praia
Sporting
ACD O Sótão
Sp. Braga
Selecção Nacional A
Casa Benfica Loures