Brisa entrega Douro Litoral a credores e recebe perdão na Litoral Centro

Fundos credores vão receber apenas 15 milhões pela Douro Litoral, mas ficam com o controlo da gestão. Litoral Centro vai ser refinanciada, com um perdão de dívida, e permanece nas mãos da Brisa.

Foto
NFACTOS/Fernando Veludo

Os litígios só foram assumidos publicamente na AEDL — Auto-estradas Douro Litoral (A41, A43, A32), a concessão de 73 quilómetros ao longo do grande Porto sobre a qual havia pendente nos tribunais um conjunto de providências cautelares e uma acção principal em que um conjunto de fundos credores, liderados pela SPV Global, exigia à Brisa o pagamento de quase 869 milhões de euros relativos às dívidas da referida concessionária. No caso da Litoral Centro (A17), concessionada à Brisal , apesar de não haver acções judiciais, havia o mesmo tipo de problemas.