Van Dijk bate Ronaldo no prémio de melhor jogador do ano

No sector feminino, a jogadora do ano foi a inglesa Lucy Bronze, que bateu a norueguesa Ada Hagerberg e a francesa Amandine Henry.

Foto
Van Dijk foi eleito o melhor jogador da UEFA Reuters/ERIC GAILLARD

Cristiano Ronaldo foi superado por Virgil van Dijk, nesta quinta-feira, na disputa do galardão de melhor jogador das competições da UEFA em 2018/19.

Para além do português, o jogador do Liverpool, que se tornou o primeiro defesa a vencer este prémio, bateu a concorrência de Lionel Messi, do Barcelona, numa cerimónia no Mónaco, à margem do sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Ronaldo volta a não vencer este troféu, depois de já o ter perdido para Luka Modric na época passada. É, ainda assim, o jogador com mais conquistas nesta distinção: três, contra duas de Messi. No Mónaco, Ronaldo perdeu, ainda, o prémio de melhor avançado, atribuído a Messi.

Já Van Dijk vê ser premiada a conquista da Liga dos Campeões, pelo Liverpool, e a presença na final da Liga das Nações, pela selecção holandesa (derrota frente a Portugal).

Vencedores (a negrito) dos prémios por posição:

Guarda-redes: Alisson Becker (Liverpool), Hugo Lloris (Tottenham) e Marc-André ter Stegen (Barcelona).
Defesas: Trent Alexander-Arnold (Liverpool), Virgil van Dijk (Liverpool) e Matthijs de Ligt (Juventus/Ajax).
Médios: Christian Eriksen (Tottenham), Frenkie de Jong (Barcelona/Ajax) e Jordan Henderson (Liverpool).
Avançados: Cristiano Ronaldo (Juventus), Lionel Messi (Barcelona), Sadio Mané (Liverpool)