Ambiente

E se fôssemos nós nas prateleiras do supermercado?

©Catarina Pereira
Fotogaleria
©Catarina Pereira

Humanos dentro de cuvetes de carne para consumo humano. E se fôssemos nós nas prateleiras do supermercado? E se aquilo que acontece aos animais, acontecesse a nós, pessoas? 

Foi com esta questão em mente que Catarina Pereira partiu para o projecto Peso Morto, desenvolvido no âmbito do curso do Instituto Português de Fotografia. "O projecto, no entanto, não pretende focar, unicamente, o sofrimento animal", explica por telefone a estudante de 24 anos. "Consumir carne tem implicações que ultrapassam largamente esse drama. A indústria de produção de carne é destruidora do planeta, não só dos animais. Destrói áreas florestais, é causadora de poluição ambiental, é, em elevado grau, responsável pelo desequilíbrio do ecossistema terrestre." 

Inicialmente, Catarina tinha como objectivo desenvolver um projecto de cariz documental no contexto dos matadouros portugueses. Enviou mais de trinta pedidos de autorização para recolher imagens e apenas um lhe deu uma resposta positiva. "No local onde fui autorizada a fotografar, fizeram-me uma visita guiada de dez minutos. Mal consegui fotografar." As desculpas foram várias. "Diziam-me que os veterinários não deixavam, que lá entrar violava as normas de higiene do local. Ou então, simplesmente, que não estavam disponíveis ou que o meu projecto não lhes traria boa publicidade." 

Peso Morto nasceria depois. Catarina sabe que o tema é "forte", por isso fez questão de mergulhar nele antes de pôr mãos à obra. "Acho que se as pessoas percebessem as ramificações do problema seriam muito reticentes quanto ao consumo de carne", opina. "Eu quis debruçar-me sobre este tema porque gostaria de contribuir para uma alteração dos comportamentos. Estou a um passo de deixar completamente o consumo de carne e gostaria de ver outras pessoas a fazer o mesmo. O meu objectivo é parar. Temos de fazer isso. Por tudo o que está a acontecer."

Gostas de fotografar e tens uma série que merece ser vista? Não consegues parar de desenhar, mas ninguém te liga nenhuma? Andas sempre com a câmara de filmar para produzir filmes que não saem da gaveta? Sim, tu também podes publicar no P3. Sabe aqui o que tens de fazer.

©Catarina Pereira
©Catarina Pereira
©Catarina Pereira
©Catarina Pereira
©Catarina Pereira
©Catarina Pereira