Jiménez salva Wolverhampton com penálti aos 90+7’

Para o jogo com o Burnley, Nuno Espírito Santo chamou Rui Patrício, João Moutinho, Rúben Neves e Diogo Jota ao “onze” .

Jiménez a bater o penálti decisivo
Foto
Jiménez a bater o penálti decisivo Reuters/STRINGER

O Wolverhampton empatou em casa frente ao Burnley, a um golo, em partida da jornada três da Liga inglesa. Com este resultado, os “wolves” somam o terceiro empate em três jogos, enquanto o Burney falha o “assalto” aos lugares europeus, mantendo-se na sexta posição.

Para este jogo, Nuno Espírito Santo chamou Rui Patrício, João Moutinho, Rúben Neves e Diogo Jota ao “onze” e ainda chamou Pedro Neto na segunda parte.

Apesar da superioridade em grande parte do jogo, o desperdício da equipa da casa complicou um jogo que já começou difícil, com o golo de Barnes, aos 13 minutos, com um remate de fora da área.

Quando já tudo parecia encaminhado para a derrota caseira dos “wolves”, o ex-Benfica Jiménez sofreu penálti e converteu-o em golo, já aos 90+7’.