Os fiordes estão sempre presentes na viagem entre Bergen e Gudvagen DR/NSC - PEDRO LOPES
Noruega

Nos fiordes, à boleia do salmão

Nas últimas décadas, os fiordes da Noruega encheram-se de viveiros onde cresce o salmão que o país exporta para cerca de 140 países. Depois de anos de críticas à qualidade do peixe criado em aquacultura, os produtores estão a abrir as portas a quem quiser verificar como tudo é feito. Entre fiordes, viveiros e a mesa de um restaurante, o país deixa-se ver à boleia de um peixe de carne rosa.

O avião ainda não aterrou e já estamos de queixo caído perante a beleza da Noruega. Da outra vez que aqui estivemos, a viagem entre Oslo e Bergen foi feita de comboio, através de uma paisagem inesquecível, mas, agora, com os fiordes a mostrarem-se a partir do ar, com a sua profundidade, como belas cicatrizes inscritas na terra, já não sabemos qual das aproximações à cidade na costa Oeste do país é a mais bonita. Com a testa colada ao vidro do avião, o verde, o azul e o branco da neve que cobre algumas das encostas desenrolam-se perante os nossos olhos maravilhados. No meio das águas é impossível não ver as marcas dos viveiros de aquacultura, que há anos se tornaram parte do cenário. Lá de cima parecem argolas largas pousadas na água. Cá em baixo, a realidade é diferente.